Atriz Sarah Scott acusa ator da Marvel de forçá-la a tocar em órgão genital em cena e ele confirma

Parece que o movimento #MeToo ainda tem um longo caminho a percorrer até entrar de vez na cabeça dos homens. Em entrevista ao Los Angeles Times publicada neste domingo (28), a atriz Sarah Scott acusou Kip Pardue, da série ‘Marvel’s Runaways’, de assédio sexual. O crime teria ocorrido em um set de filmagens em maio. Os dois estavam envolvidos em uma série de TV independente chamada ‘Mogulettes’, porém o programa nunca chegou a encontrar uma emissora e foi descartado em fase inicial.

De acordo com Sarah, os dois filmavam uma cena de sexo quando seu parceiro de cena ficou excitado e colocou a mão dela em seu pênis ereto. Depois disso, a atriz contou que ele a convidou para seu camarim, onde se masturbou em sua frente. “Isso não é uma coisa #MeToo”, teria justificado para ela, que estava completamente em choque. “Eu não sou o seu empregador. Não é como se eu pudesse demitir você”, completou. Segundo a atriz, que já passou pelos seriados ‘Castle’ e ‘True Blood’, Pardue ainda teria dito que ela era gostosa quando perguntado por que tinha feito aquilo.

A atriz Sarah Scott passou por um momento complicado em set de filmagem. (Foto: Jamie McCarthy/Getty Images)

Sarah reportou o comportamento do colega para os produtores do show e para o Screen Actors Guild (federação americana de artistas de TV e rádio), além de ter contatado o fundo de defesa legal do movimento Time’s Up e preenchido um relatório policial com o departamento de polícia de Hermosa Beach. No entanto, ela não viu nenhum progresso no caso nos últimos cinco meses. “Em termos de Hollywood, eu não tenho um nome, mas eu sou uma atriz trabalhadora”, defendeu-se ao Times. “Essa é a forma como ganho dinheiro e ajudo a sustentar minha família. […] Eu fui sexualmente assediada durante o trabalho, e apesar de ter a coragem de dizer a qualquer que quisesse ouvir, conforme o tempo passava, parecia que eu tinha muito pouco controle em realmente prevenir que acontecesse com outra pessoa”, completou.

O diretor da série, Dave Fraunces, conta que a atriz pediu para falar com ele e a com a produtora, Mandy Henderson, assim que pisou no set: “Eu não tinha suspeitado de nada parecido até ela falar para mim. Fiquei chocado”. Já o produtor-executivo da série, Bennett Talsky, confessou que não sabia muito bem como proceder e disse que chamou os atores para ouvir as duas versões da história, mas Pardue nunca admitiu o que fez. “Ele estava tentando se justificar, dizendo que eles tinham uma química muito boa e ele se deixou levar. Nunca foi adiante, e eu não o confrontei realmente — eu só estava o testando e vendo se ele realmente achava que tinha errado”, relembrou.

Kip Pardue, da série “Marvel’s Runaways”. (Foto: Rich Polk/Getty Images)

Segundo o Times, assim que contatado por repórteres, Kip Pardue pediu desculpas por ter colocado a mão de Sarah em sua virilha, mas negou as acusações de que teria se masturbado na frente dela. “Eu claramente interpretei errado a situação durante uma cena no set e pedi desculpa à Sarah”, disse em um comunicado feito por seus representantes. “Eu nunca tive a intenção de ofendê-la de qualquer maneira, me arrependo profundamente das minhas ações e aprendi com o meu comportamento”, afirmou.

Gente… como alguém interpreta errado uma cena de sexo? Alguém conta para o moço que ele é ator e que tudo não passa de faz de conta?