Brian J. Smith, da série “Sense 8”, se declara gay e desabafa sobre preconceito que sofreu: ‘Nunca poderia ser quem eu era’

Aaah, que lindo! O ator Brian J. Smith declarou sua homossexualidade em uma entrevista emocionante para a revista Attitude, divulgada nesta quinta-feira (7). No bate-papo, o ator fez a revelação e deu detalhes sobre como foi difícil sua trajetória sendo um jovem gay vivendo no Texas, conhecido como um dos estados mais conservadores dos Estados Unidos.

Brian, que conquistou fama mundial interpretando o policial Will Gorski da série “Sense 8”, descobriu sua orientação sexual muito cedo. “Fiquei aterrorizado. Na escola, eu realmente não podia me encaixar em lugar algum. Eu não era um atleta ou um nerd”, contou. “Esqueça qualquer união ou grupo LGBTQ. Não havia absolutamente nada. Eu estava completamente sozinho. Eu ouvia todos os nomes: bichinha, viado”, recordou-se.

O segredo o assombrou por muito tempo, o obrigando a ficar “vigilante” com seu comportamento a todo tempo. “Eu nunca poderia ser quem eu era. Eu estava constantemente tendo que me controlar e me certificar de que não estava olhando para alguém por muito tempo ou fazendo com que alguém se sentisse desconfortável. Eu tive que ter muito, muito cuidado em contar às pessoas a verdade sobre mim”, disse.

Mesmo tendo encontrado um pouco de paz de espírito quando descobriu o teatro em sua vida, Brian só criou coragem para contar sobre sua sexualidade para a família oito anos atrás, quando tinha 30. “Eu estava surpreso. Quando me assumi para meus pais, eles foram maravilhosos. Eles disseram que estavam apenas esperando que eu dissesse alguma coisa. Eles eram muito mais avançados do que eu acreditava. Eu acho que foi quando eu fiquei bem com isso também. Apenas em termos de ‘Ok, esse é o mundo, e ele não é tão perigoso quanto eu pensava'”, pontuou.

Na entrevista, o ator também falou como as gravações de “Sense 8” foram positivas para ele pessoalmente, uma vez que o programa e o elenco tratavam das temáticas LGBTQ+ com muita naturalidade. “Eu me lembro de estar tão relaxado. Pensei: ‘Finalmente posso ser eu mesmo, não preciso me expor para nenhuma dessas pessoas'”, relembrou.

No ar com a série “World on Fire” e tendo outros projetos profissionais em vista, Smith não poderia estar mais feliz com sua vida atualmente. Para o garoto que tanto sofreu na juventude, ele mandou um recado super lindo: “Eu apenas o abraçaria e diria ‘está tudo bem’. Não havia pessoas suficientes para me dizer: ‘Você não precisa ser alguém diferente, não precisa mudar quem você é’. O que esse garoto precisava era de alguém para buscá-lo e dizer: ‘Você é perfeito como é, tudo bem'”, revelou emocionado.