Britney Spears (3)

Britney Spears fala pela primeira vez no tribunal e denuncia horrores da própria família: “Eu choro todos os dias, eles deveriam estar na prisão”; leia e ouça

A voz de Britney Spears finalmente foi ouvida. Nesta quarta-feira (23), em audiência, no tribunal de Los Angeles, sobre o fim de sua tutela, controlada pelo pai, Jamie Spears, a cantora deu um depoimento de quebrar o coração. Através de uma chamada de vídeo, Britney relatou como foi tratada ao longo dos últimos anos, comparando a si mesma com uma vítima de tráfico sexual. A diva pop assumiu que não está feliz e falou, com todas as palavras, que quer que o pai deixe de controlar a sua vida.

O controle atinge níveis assustadores desde qual deveria ser a cor do armário da cozinha da casa da estrela até à proibição de uma gravidez. Segundo Spears, ela não pôde realizar seu sonho de se casar com Sam Asghari e ter mais filhos durante a tutela, porque sua “equipe” a obrigou a implantar um método anticoncepcional. “Eu tenho um DIU dentro de mim para que eu não fique grávida, e não posso ir ao médico retirá-lo. Minha equipe não quer que eu tenha mais crianças”, revelou a artista.

Gettyimages 1163709600
Por conta da tutela, Britney Spears foi obrigada a implantar um método anticoncepcional e impedida de aumentar sua família com o amado, Sam Asghari. (Foto: Getty)

Britney contou à Corte que foi forçada a trabalhar, comparando tudo o que viveu com um caso de tráfico sexual. “Na Califórnia, a única coisa parecida com isso é chamada de tráfico sexual, fazer alguém trabalhar contra sua vontade, retirar todos os seus bens, cartão de crédito, dinheiro, telefone, passaporte”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

A cantora fez questão de afirmar com todas as letras o tanto que deseja o fim da tutela o quanto antes, e explicou como se sente com todas as interferências em sua vida. “Eu não estou feliz, eu não consigo dormir, estou deprimida, eu choro todos os dias”, lamentou Britney. “Quero acabar com a tutela sem ser avaliada [psicologicamente]. Eu quero fazer uma petição para acabar com a tutela. Só quero minha vida de volta, já se passaram 13 anos e é o suficiente. É o suficiente e não faz sentido algum… Estou farta“, insistiu.

A estrela também foi bem incisiva, mencionando que os envolvidos na tutela deveriam responder criminalmente pelo que fizeram com ela – incluindo Jamie Spears. “Meu pai e qualquer um envolvido nessa tutela, incluindo meu gestor… eles precisam ir para a cadeia”, disparou.

Continua depois da Publicidade

Sobre Jamie, a estrela contou que o pai sempre “amou a sensação de estar no controle da sua vida”. “Eu chorei ao telefone por uma hora e ele amou cada minuto. O controle que ele tinha sobre alguém tão poderosa quanto eu, ele amou o controle para machucar sua própria filha. Ele adorou cem mil por cento“, acusou. “Eu honestamente gostaria de poder processar minha família […] Meu pai e qualquer pessoa envolvida nesta tutela, incluindo meu empresário… Eles deveriam estar na prisão”, reforçou Spears.

Ela ainda explicou por qual motivo não se abriu sobre todos esses horrores anteriormente. “Sinceramente, não acho que alguém acreditaria em mim. Achei que as pessoas iriam tirar sarro de mim. Eu só quero minha vida de volta. É o suficiente. Tudo que eu honestamente gostaria de fazer é processar minha família e compartilhar minha história com o mundo”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

Britney pediu para que a audiência fosse pública, na esperança de que os fãs e o resto do mundo pudessem ouvir dela, ao invés da equipe do pai. “Eles fizeram um bom trabalho explorando minha vida“, disparou. “Então, eu sinto que deveria ser uma audiência pública e eles deveriam ouvir o que eu tenho a dizer, pontuou a mãe de Sean e Jayden. “Muita coisa aconteceu desde dois anos atrás, a última vez em que estive no tribunal. Eu não acho que fui ouvida em qualquer nível quando fui ao tribunal da última vez. Quero ser ouvida e quero mudanças. Eu mereço mudanças”, protestou.

Britney Spears (4)
Britney Spears tem sido medicada há oito anos e disse ter fingido estar bem ao longo desse período, sendo que na verdade estava “traumatizada” e muito triste. (Foto: Getty)

Nos relatos, a artista também detalhou algumas decisões que foram tomadas durante esse período e tiveram forte influência em sua saúde física e mental. Britney contou que tem sido medicada há oito anos. “Eles tiraram os remédios que eu tomava por cinco anos e me colocaram no lítio, que é um remédio bem forte. É como se eu estivesse bêbada”, avaliou. “E eu nem bebo álcool. Eu deveria beber álcool pelo que eles fizeram com meu coração”, desabafou.

Continua depois da Publicidade

Após Spears sofrer tanto tempo nessas condições, a morte do psiquiatra Dr. Timothy Benson, em 2019, veio como um alívio para ela. “Pra ser bem honesta com você, quando [Dr. Benson] faleceu, eu fiquei de joelhos e agradeci a Deus“, admitiu a artista. “Eu não fiz nada para merecer esse tratamento“, continuou ela, criticando as imposições em sua vida por conta da tutela. “Não está certo me forçar a fazer nada que eu não queira pela lei“, observou.

Protestos Free Britney
As condições bizarras nas quais Britney Spears é mantida fizeram com que os fãs criassem o movimento “Free Britney”, com protestos pedindo que ela fique livre das garras de sua tutela. (Foto: Getty)

Por vezes, a cantora era assediada pelos profissionais que eram pagos com o seu próprio dinheiro, a exemplo de um dos advogados que cuidou do processo da tutela. “Ele dizia que eu não poderia deixar o público saber o que vinha sendo feito comigo”, alegou. “Eu disse ao mundo que eu estava bem, mas era uma mentira. Eu estou traumatizada, estou chocada e com uma raiva que é absurda”, lamentou em outro momento do depoimento.

Britney ainda solicitou mudanças na terapia. A estrela apontou que é obrigada pelos tutores a participar de sessões em um dos lugares mais expostos em Westlake, o que é “constrangedor e desmoralizante“. “Os paparazzi me mostram saindo do lugar literalmente chorando. Eu mereço privacidade quando for fazer terapia. Eu quero me encontrar com um terapeuta uma vez por semana, não duas vezes por semana. E eu quero que ele venha para a minha casa“, pediu.

Continua depois da Publicidade

“Então, basicamente, essa tutela está me fazendo mais mal que bem. Eu mereço ter uma vida. Trabalhei a minha vida inteira. Eu mereço ter uma pausa de dois ou três anos e fazer o que quiser. Eu gostaria ficar ao telefone com vocês para sempre. Porque na hora em que saio do telefone eu só ouço ‘não, não, não’. Estou cansada de me sentir sozinha. Eu mereço ter os mesmos direitos que todas as outras pessoas têm. Ter um filho, uma família, qualquer uma dessas coisas, e muito mais. E isso é tudo que eu queria dizer a você. Muito obrigada por me deixar falar com você hoje”, concluiu. Ouça:

Após o depoimento da Britney, um advogado de Jamie compartilhou uma nota em nome do pai da estrela. “O Sr. Spears lamenta ver sua filha sofrendo e com tanta dor. O Sr. Spears ama sua filha e sente muito a falta dela“, declarou. A juíza do caso, por sua vez, agradeceu à cantora pelo depoimento, destacando que foi preciso “muita coragem” por parte da artista para se pronunciar. “Quero apenas dizer-lhe que certamente sou sensível a tudo o que você disse e como está se sentindo, e sei que foi preciso muita coragem para você dizer tudo o que você nos disse. Muito obrigada por compartilhar“, afirmou.

Entenda o caso da tutela de Britney

Em 2008, Britney Spears passou a viver sob tutela gerenciada por seu pai, Jamie Spears, e desde então a estrela não tem mais controle sobre sua própria trajetória. Em setembro do ano passado, um juiz nomeou a gestora Jodi Montgomery como tutora temporária da artista, depois que seu pai deixou o cargo, alegando “razões pessoais de saúde”.

Britney Spears pretende se livrar da tutela do pai, Jamie Spears. (Foto: Reprodução)

Nos Estados Unidos, o status de tutela é decretado por um tribunal para pessoas incapazes de tomar decisões por si mesmas. No caso da cantora, ela passou por um período conturbado em 2007, devido ao descontrole do uso de substâncias ilegais e bebidas alcoólicas, tendo como resultado diversos problemas na justiça, principalmente em relação à guarda dos filhos.

Continua depois da Publicidade

Em maio deste ano, a tutela de Britney foi estendida até o final de agosto. Os documentos do tribunal, obtidos pela revista “Us Weekly”, afirmaram que a gestora Jodi Montgomery foi autorizada a seguir seu papel até 22 de agosto. Britney, por sua vez, “expressou que não quer trabalhar novamente, porque não quer continuar a se manter essencialmente sob a tutela”. 

Britney Spears já afirmou que não pretende trabalhar novamente. (Foto: Getty)

Preocupados com o bem-estar da estrela, fãs de todo o mundo tomaram as redes sociais e até mesmo as ruas com o movimento #FreeBritney. Nesta quarta-feira (23), a campanha atingiu o topo dos assuntos mais comentados do Twitter no Brasil, e no globo. Em agosto, o pai de Britney se manifestou pela primeira vez sobre o movimento.

Continua depois da Publicidade

A equipe jurídica da cantora ainda citou e avaliou a pressão dos fãs no caso: “Longe de ser uma teoria de conspiração ou uma ‘piada’, como James disse à mídia, em grande parte, esse escrutínio é um resultado razoável e até mesmo previsível do uso agressivo de James do procedimento de segredo de justiça ao longo dos anos, para minimizar a quantidade de informações significativas disponíveis para o público”.

Protestos Free Britney (1)
Com novas descobertas, o movimento Free Britney tem ganhado cada vez mais força e mais repercussão. (Foto: Getty)

Os advogados de Britney também anexaram um artigo sobre o movimento “Free Britney”, afirmando que a diva está buscando alguma forma de retomar a autonomia da sua vida. [Britney] recebe bem e aprecia o apoio embasado dos muitos fãs dela”, concluíram.