Carla Vilhena dá “dica” para Maju Coutinho após cobertura da morte do diretor Jorge Fernando, é criticada nas redes sociais e pede desculpas; entenda!

Nesta segunda-feira (28), a cobertura da morte do renomado diretor Jorge Fernando causou controvérsia nas redes sociais. Isso porque a ex-jornalista da TV Globo, Carla Vilhena, mandou uma “dica” indireta para Maju Coutinho após a notícia ser veiculada no “Jornal Hoje”. Os internautas interpretaram a fala como uma crítica desnecessária à âncora do telejornal. Após a repercussão, ao final da noite, Carla se retratou sobre o assunto.

Tudo começou com um tuíte de Carla na tarde de ontem. Ela não curtiu muito o fato de Maju ter sorrido após a matéria sobre a morte do diretor, nem de outra repórter ter “berrado”. “Sobre matéria da morte de Jorge Fernando, (a quem eu admirava como ator e diretor): Por mais que ele tenha sido divertido em vida, está morto. Repórter, não precisa berrar tanto. Apresentadora, vamos evitar rir depois das cenas de arquivo, enquanto lê a frase ‘o corpo do diretor'”, escreveu ela na publicação, já deletada das suas redes sociais.

O episódio em questão tratava-se de uma reportagem sobre Jorge Fernando. Ao final do VT, o ícone da TV apareceu fazendo “Caras e Bocas”, em várias caretas com seu notório carisma. Em seguida, o telejornal voltou aos estúdios, com Maju exibindo um sorriso após a cena final da matéria. Assista:

Não demorou até que várias críticas ao comentário de Carla despontassem na timeline do Twitter. Alguns internautas não gostaram do tom da jornalista, enquanto outros pontuaram que ela poderia ter abordado o assunto de maneira privada, sem expôr a apresentadora. Confira algumas das reações:

Mais tarde, a comunicadora rebateu algumas de suas represálias em conversas com o seguidores. Segundo ela, o post teria sido só uma “dica simples”. “Maju é ótima. Não estou em posição de criticá-la. É uma dica simples de algo que se aprende com a experiência”, escreveu.

Novamente, ela voltou a elogiar a âncora do “JH” e até diluiu a responsabilidade do seu incômodo ao resto da equipe do jornal que, de acordo com ela, poderiam ter evitado o riso ao final da matéria. “Maju é linda e carismática, mas muita água tem que rolar pra alguém ficar seguro na apresentação de um jornal ao vivo. Já a repórter precisa urgente de fono”, opinou Vilhena.

Com toda essa situação, as reclamações na web não cessaram. Por fim, Carla resolveu se pronunciar novamente, esclarecer a fala que gerou a polêmica, e se desculpar pelo ocorrido: “Cometi um erro de avaliação. O que achei que poderia ser uma dica para apresentação acabou sendo interpretado como uma ofensa a uma pessoa que adoro, a Maju Coutinho. Muitas pessoas entenderam assim. Por isso, peço humildemente desculpas pelo erro. E à Maju, desejo mais sucesso”.

Em resposta às queixas dos internautas, a ex-apresentadora do “Bom Dia Brasil” explicou que conversou com Maju depois de tudo, e ela havia aceitado suas desculpas. “Já me desculpei, no público e no privado. A Maju me perdoou, mas os linchadores não”, contou. Olha só:

Apesar de todo o bafafá em torno de seu nome, Maju não se pronunciou após a notícia e seguiu com sua rotina de trabalhos naturalmente.