Colar de Meghan Markle incomodou equipe da família real e resultou em uma ligação frustrante para a duquesa, diz livro; saiba os detalhes!

O livro “Finding Freedom”, escrito pelos jornalistas Omid Scobie e Carolyn Durand, será lançado em agosto, mas já está dando o que falar. A obra promete contar os bastidores do afastamento de Meghan Markle e do príncipe Harry da realeza. Hoje (29), a revista americana People divulgou alguns trechos que revelam como a duquesa foi pega de surpresa pela equipe da família real, após usar um colar com significado especial.

Em dezembro de 2016, antes mesmo de termos a confirmação do seu relacionamento com o príncipe Harry, Meghan Markle foi vista usando um delicado colar com as iniciais “H” e “M”. O gesto foi suficiente para provocar reações negativas dos assessores do palácio real. “Ela foi avisada de que usar esse colar serviu apenas para incentivar os fotógrafos a continuarem perseguindo essas imagens — e novas manchetes”, escreveram Scobie e Durand. Você pode conferir uma imagem do colar, clicando aqui.

Meghan Markle em maio de 2016. (Foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images)

Durante uma chamada com um assessor sênior do palácio de Kensington, Meghan “falou pouco durante a ligação, preferindo simplesmente ouvir o conselho”. Mas, depois de desligar, “ela se sentiu frustrada e emocionada. Por mais que soubesse que o assessor tinha boas intenções, a experiência surreal de alguém do escritório do namorado lhe dizendo que tipo de joia usar, ou para não sorrir para um fotógrafo, era demais”.

Continua depois da Publicidade

Segundo os autores do livro, Meghan estava “perturbada” e teria ligado para um amigo, dizendo que não poderia vencer. “Eles fingem que eu sou a culpada por essas fotos, que parece que estou encorajando-as, que eu mesmo reconhecendo as câmeras, talvez não esteja enviando a mensagem certa. Não sei o que dizer. Foi ontem que as pessoas na internet estavam dizendo que pareço infeliz em fotos, porque estava tentando simplesmente ignorar o [fotógrafo]”, teria dito a ex-atriz de “Suits”. Aparentemente, Meghan se sentia condenada por qualquer atitude que tomasse, tanto pela imprensa e pelo público, quanto pela realeza.

Meghan Markle e Príncipe Harry. (Foto: Getty)

Em um comunicado anterior, os assessores de Meghan e Harry disseram que o casal não está envolvido na publicação do livro: “O duque e a duquesa de Sussex não foram entrevistados e não contribuíram para “Finding Freedom”. Este livro é baseado nas próprias experiências dos autores como membros do corpo da imprensa real e seus próprios relatórios independentes “.

“Finding Freedom” será publicado nos Estados Unidos no dia 11 de agosto, e irá explorar a jornada do duque e da duquesa de Sussex, começando desde os primeiros dias do romance, até a decisão de deixar o cargo de membros seniores da família real. Anteriormente, um trecho da obra também revelou as quatro palavras disparadas pelo príncipe William que azedaram de vez a relação dele com o príncipe Harry. Saiba mais detalhes, clicando aqui.