Iran Angelo, ex-esposa de Hulk Paraíba, quebra silêncio e desabafa no dia do aniversário da sobrinha: ‘Sepultei uma filha em vida’

Quebrou o silêncio! Iran Angelo, ex-esposa de Hulk Paraíba, compartilhou um desabafo bem sincero em seu Instagram no sábado (5), data em que sua sobrinha – e atual namorada do atleta – faz aniversário. Em seu texto, a mulher não escondeu a decepção com o relacionamento da jovem com o jogador de futebol, e se mostrou compreensiva com a reaproximação da sua irmã com Camila Angelo.

“Há um ano atrás (sic), apesar do sofrimento e confusão que minha vida mergulhou, eu precisava comemorar, dá (sic) um tempo na dor, para celebrar o aniversário da minha filha e assim fiz. Sim, ela era minha filha, assim como os meus outros filhos Ian, Tiago e Alice. Acordo e adormeço sem entender porque tudo isso aconteceu comigo. A dor é muito grande, às vezes penso que vai arrancar meu coração”, começou Iran.

Ao longo do texto, ela reforça a relação próxima que tinha com Camila, e menciona que chegou a dar todos os bens materiais que ela podia. “Ela conhecia minhas fragilidades, inseguranças, dores, medos, planos, e tinha meu amor incondicional. Ela administrava minha vida, e para mim tudo que ela falava era bom, era certo, era ético. Para mim, ela era perfeita em tudo e à ela entreguei o rumo da minha vida. Se eu errei, meu Deus, foi por amar e confiar demais”, lamentou.

View this post on Instagram

Há um ano atrás, apesar do sofrimento e confusão que minha vida mergulhou, eu precisava comemorar, dá um tempo na dor, para celebrar o aniversário da minha filha e assim fiz. Sim, ela era minha filha, assim como os meus outros filhos Ian, Tiago e Alice. Acordo e adormeço sem entender porque tudo isso aconteceu comigo. A dor é muito grande, às vezes penso que vai arrancar meu coração, mas Deus vem e me ampara. Ele tem sido o meu sustento. Dei tudo à essa menina desde que ela veio ao mundo. Sacrifiquei tantas vezes meus sonhos para realizar os sonhos dela. E aqui não falo só de bens materiais, pois esses são fáceis de serem dados quando se tem dinheiro, mas de amor, carinho, atenção, respeito… tudo. Ela conhecia minhas fragilidades, inseguranças, dores, medos, planos, e tinha meu amor incondicional. Ela administrava minha vida, e para mim tudo que ela falava era bom, era certo, era ético. Para mim, ela era perfeita em tudo e à ela entreguei o rumo da minha vida. Se eu errei, meu Deus, foi por amar e confiar demais. Mas como é difícil viver o primeiro aniversário de alguém, quando a gente a sepultou. Foi difícil não estar junto dos meus pais e do meu irmão no dia dos seus aniversários, sentimos que vazio toma conta da gente. Imagina quando você sepultou uma filha em vida? Não queiram conhecer esse sofrimento que dilacera a alma, que arranca um pedaço da gente. Hoje eu vivo novamente a dor do sepultamento que aconteceu no dia 21 de dezembro, véspera de Natal de 2019, porque eu sei que você, minha irmã e mãe, precisa seguir. Como mãe que sou, sei que é chegada a hora de você seguir para junto da sua filha, e não quero que você se sinta presa por minha causa. Deve ter sido muito difícil ficar todo esse tempo sem qualquer contato com ela, sem ouvir a voz, sem dar um abraço. Porque se para mim foi e é um massacre lidar com essa realidade, imagino para você. Se nossa mãe estivesse aqui ela estaria incondicionalmente do meu lado, não tenho dúvida disso, e mandaria que você seguisse. De coração em pedaços, não vou mentir, estou pronta para você seguir. CONTINUA NOS COMENTÁRIOS…

A post shared by Iran Angelo 🙏🏻❤️😘😍 (@iran_angelo) on

Continua depois da Publicidade

Iran também falou que entende a reaproximação de Camila com a mãe dessa nos últimos tempos. “Imagina quando você sepultou uma filha em vida? Não queiram conhecer esse sofrimento que dilacera a alma, que arranca um pedaço da gente. Hoje, eu vivo novamente a dor do sepultamento que aconteceu no dia 21 de dezembro, véspera de Natal de 2019, porque eu sei que você, minha irmã e mãe, precisa seguir. Como mãe que sou, sei que é chegada a hora de você seguir para junto da sua filha, e não quero que você se sinta presa por minha causa”, refletiu.

Relembre a história

Em agosto de 2019, o jogador Hulk Paraíba anunciou seu término com Iran Angelo de Souza, após 12 anos de relacionamento com a moça, oferecendo a ela uma quantia de R$ 100 milhões, mais metade dos seus 80 imóveis. A proposta, entretanto, não foi aceita por Angelo.

Continua depois da Publicidade

No dia 23 de dezembro, o jogador assumiu o namoro com Camila, de 31 anos, que é nada menos que a sobrinha de sua ex. Na ocasião, a assessoria do atleta confirmou a informação à coluna de Leo Dias. “O próprio Hulk chamou os pais e o irmão da Camila. Ele falou a verdade e comunicou à família. Eles iniciaram o namoro em outubro. Portanto, foi o próprio Hulk que tornou pública a informação, pois não precisa se esconder. Sua posição é transparente. Para evitar mentiras e comentários maldosos”, disse o comunicado.

Nem a família de Camila Ângelo ficou ao seu lado após ela ter assumido o namoro com o ex de sua tia, Iran. (Foto: Reprodução/Instagram)

A separação de Hulk e Iran se tornou notória apenas em agosto, mas ele e Camila já estavam solteiros há algum tempo. “Lembrando que o casamento de Hulk terminou em julho. A Camila também já está separada há muitos meses”, mencionou a nota, que reforçou que ambas as famílias já sabiam do namoro. “No mesmo sábado, ele comunicou sua família e seus filhos”, adicionou o representante do atleta.

Pelas redes sociais, era possível observar que Camila sempre foi bastante próxima de Iran. Em vários registros, ambas apareciam juntas, acompanhados de algumas declarações da tia. “Te amo, Mila”, escreveu a ex do jogador em um dos posts com a sobrinha. As publicações, claro, foram deletadas depois de todo o escândalo.

Continua depois da Publicidade

Leia o desabafo de Iran Angelo na íntegra

Há um ano atrás, apesar do sofrimento e confusão que minha vida mergulhou, eu precisava comemorar, dá um tempo na dor, para celebrar o aniversário da minha filha e assim fiz. Sim, ela era minha filha, assim como os meus outros filhos Ian, Tiago e Alice. Acordo e adormeço sem entender porque tudo isso aconteceu comigo. A dor é muito grande, às vezes penso que vai arrancar meu coração, mas Deus vem e me ampara. Ele tem sido o meu sustento.

Dei tudo a essa menina desde que ela veio ao mundo. Sacrifiquei tantas vezes meus sonhos para realizar os sonhos dela. E aqui não falo só de bens materiais, pois esses são fáceis de serem dados quando se tem dinheiro, mas de amor, carinho, atenção, respeito… tudo. Ela conhecia minhas fragilidades, inseguranças, dores, medos, planos, e tinha meu amor incondicional. Ela administrava minha vida, e para mim tudo que ela falava era bom, era certo, era ético. Para mim, ela era perfeita em tudo e à ela entreguei o rumo da minha vida. Se eu errei, meu Deus, foi por amar e confiar demais. Mas como é difícil viver o primeiro aniversário de alguém, quando a gente a sepultou.

Foi difícil não estar junto dos meus pais e do meu irmão no dia dos seus aniversários, sentimos que vazio toma conta da gente. Imagina quando você sepultou uma filha em vida? Não queiram conhecer esse sofrimento que dilacera a alma, que arranca um pedaço da gente. Hoje eu vivo novamente a dor do sepultamento que aconteceu no dia 21 de dezembro, véspera de Natal de 2019, porque eu sei que você, minha irmã e mãe, precisa seguir.

Como mãe que sou, sei que é chegada a hora de você seguir para junto da sua filha, e não quero que você se sinta pressa por minha causa. Deve ter sido muito difícil ficar todo esse tempo sem qualquer contato com ela, sem ouvir a voz, sem dar um abraço. Porque se para mim foi e é um massacre lidar com essa realidade, imagino para você.

Se nossa mãe estivesse aqui ela estaria incondicionalmente do meu lado, não tenho dúvida disso, e mandaria que você seguisse.

De coração em pedaços, não vou mentir, estou pronta para você seguir”.