Depp

Johnny Depp revela por que a filha, Lily-Rose Depp, não foi ao seu casamento com Amber Heard

Ele também revelou que a atriz usou drogas no dia da cerimônia, e confessou que fumou maconha

Mais revelações sobre a relação de Johnny Depp e Amber Heard… Nesta quarta-feira (20), o ator voltou a depor no processo de “difamação” que move contra a artista, e acusou Amber de usar drogas. Segundo ele, a atriz teria abusado das substâncias até no dia do casamento dos dois, em 2015.

Depp afirmou que a ex-esposa “gostava muito” de MDMA e de cogumelos. A primeira droga teria sido usada por ela 20 vezes durante o casamento, enquanto a segunda, 7 vezes. De acordo com o astro de “Piratas do Caribe”, a moça e mais algumas pessoas se drogaram no dia da cerimônia. “Amber, alguns amigos meus… Toda a gangue dela estava usando MDMA”, disse ele.

Questionado se ele também teria ingerido as substâncias, ele respondeu: “Para ser honesto com você, não sei quanto MDMA eles tinham, mas para mim, isso foi – para mim, ter tomado MDMA teria sido um desperdício da droga, se você entende o que quero dizer. Seria essencialmente tomar a onda de outra pessoa, porque não teria efeito sobre mim. Eu fumei maconha. E eu não me lembro de beber. Não me lembro de ter bebido no dia. Eu tenho certeza que naquele momento eu não estava bebendo álcool“.

Amber Heard Johnny Depp (1)
Amber Heard e Johnny Depp encaram um novo julgamento num processo movido pelo astro. (Fotos: Getty)

Minha droga de escolha era e é maconha. Isso estava bom para mim. Então, mergulhar em um saquinho minúsculo… lamber o dedo e mergulhar em um saquinho comum de MDMA, era inútil para mim“, continuou ele. No depoimento, Johnny também esclareceu porque sua filha, Lily-Rose, não compareceu ao evento. “Lily-Rose não foi ao casamento. Ela e a Sra. Heard não se davam muito bem por vários motivos“, pontuou.

Continua depois da Publicidade

Os dois se casaram em fevereiro de 2015, em uma cerimônia privada em Los Angeles. Eles haviam se conhecido quatro anos antes, nos bastidores do filme “Diário de um Jornalista Bêbado”. Agora, sete anos depois, o ator move uma ação contra a ex-mulher por “difamação”, diante das alegações de Amber sobre ter sofrido violência doméstica. Depp pede uma indenização de US$ 50 milhões – cerca de R$ 233.510.000,00.

Esse foi o segundo dia de testemunho do astro. Nesta terça-feira (19), ele chamou as acusações da atriz de “diabólicas”, disse que Amber tinha comentários “suicidas” durante as discussões do casal, e explicou por que ficou por tanto tempo no casamento.