Mariah Carey quebra o silêncio sobre entrevista polêmica com Ellen DeGeneres em que foi forçada a assumir gravidez: “Extremamente desconfortável”; assista

A situação não está nada boa para Ellen DeGeneres… Em meio as denúncias e acusações de um ambiente tóxico por trás de seu talk show, uma polêmica entrevista com Mariah Carey voltou a repercutir recentemente. Nesta segunda-feira (31), em entrevista à Vulture, a cantora abriu o jogo sobre a ocasião e revelou como realmente se sentiu desconfortável no bate-papo.

O episódio aconteceu em 2008, quando surgiram rumores de que Mariah estivesse grávida. Então, quando ela esteve no programa, Ellen a desafiou a beber champanhe para forçá-la a admitir sua gestação, ou então, negar a história. “Eu não acredito que você fez isso comigo, Ellen”, disse Mariah. “Vamos brindar por você não estar grávida, caso você não esteja”, afirmou a apresentadora, deixando a cantora totalmente numa saia justa.

Mariah aceitou a taça, tentou dar desculpas para não ingerir a bebida, mas não teve jeito. Ellen, então, anunciou que a estrela estava grávida. Pouco tempo depois, Carey sofreu um aborto. Assista ao vídeo aqui:

Agora, enquanto diversas acusações sobre Ellen vem à tona, Mariah Carey foi questionada sobre essa questão. “Eu estava extremamente desconfortável com esse momento, é tudo o que eu posso dizer. Eu realmente tive um momento difícil ao lidar com as consequências disso”, revelou ela à Vulture. “Eu não estava pronta para contar pra ninguém, porque eu já tinha tido um aborto”, explicou a artista.

Mariah Carey confessou ter ficado muito desconfortável com o episódio da champanhe com Ellen DeGeneres. (Foto: Reprodução/TheEllenTube)

“Eu não quero jogar ninguém que já está sendo jogado embaixo de qualquer ônibus proverbial, mas eu não gostei daquele momento”, admitiu ela. Mariah também lamentou a falta de empatia por parte de Ellen. “Existe uma empatia que pode ser aplicada a esses momentos que eu gostaria que tivesse sido implementada. Mas o que eu posso fazer?”, comentou a estrela, que ainda concluiu cantando: “É tipo, ‘O que você vai fazer?'”.

Ellen DeGeneres foi procurada pelo E! News, mas, até o momento, não se manifestou sobre o caso.

Sofia Vergara rebate críticas disparadas à Ellen

Semanas atrás, um vídeo com uma série de participações de Sofia Vergara no “The Ellen Show” viralizou na web, nas quais Ellen fez piada com o sotaque da atriz latina. “Vou te ensinar um palavra em inglês”, “Literalmente, você está no seriado [“Modern Family”] há 10 anos, e seu sotaque ficou pior. Como isso é possível?” e “Seu inglês ficou melhor, tenho que admitir isso, eu até consigo entender”, foram algumas das “alfinetadas” disparadas por Ellen, que até imitou a forma como Sofia falava algumas palavras.

Assista ao vídeo aqui:

O compilado de momentos fez com que muitos criticassem a postura da apresentadora, considerando seu comportamento inadequado. Entretanto, Sofia Vergara defendeu a apresentadora e mostrou que tinha uma visão diferente quanto ao assunto, ao mencionar o vídeo pelo Twitter. “São duas comediantes se divertindo uma com a outra para entreter. Eu nunca fui uma vítima, pessoal, eu estava sempre [por dentro] da piada”, escreveu ela.

Relembre a polêmica

Desde julho, diversos funcionários e ex-funcionários do “The Ellen DeGeneres Show” fizeram relatos chocantes ao “BuzzFeed News” para denunciar o ambiente de trabalho tóxico do programa. Os ex-trabalhadores entrevistados foram demitidos após tirarem licenças médicas ou dias de luto para ir a funerais de família. Uma funcionária ainda decidiu sair do emprego após levar uma bronca por reclamar sobre racismo nos bastidores. Para o ‘Buzzfeed’, outros ainda disseram que foram instruídos por seus chefes diretos para não falar com a apresentadora se a vissem pela empresa.

A maioria dos ex-funcionários culpou os produtores-executivos do programa e outros gerentes seniores pela toxicidade do dia a dia, mas um deles chegou a dizer que a falta de controle de Ellen dá espaço para que isso aconteça. “Se ela quer ter seu próprio show e ter o nome dela no título, ela precisa se envolver mais com o que está acontecendo. Eu acho que os produtores executivos que a cercam devem dizer: ‘As coisas estão ótimas, todo mundo está feliz’, e ela apenas acredita nisso, mas é responsabilidade dela ir além disso'”, declarou.

Produtores do programa foram acusados de assédio e má conduta (Foto: Getty; Reprodução/Youtube)

Em outra matéria, eles denunciaram diretamente os produtores demitidos Ed Glavin, Kevin Leman, e Jonathan Norman sobre episódios de assédio, abuso, e má conduta sexual dos executivos. Além das investigações do estúdio, a própria Ellen ainda escreveu uma carta direta para os funcionários, desculpando-se pelo ocorrido e assumindo responsabilidade pelo caso.

Em meio ao escândalo, nomes de quatro famosos foram cotados para substituir a apresentadora no programa, enquanto celebridades se manifestavam em defesa dela.