Fotojet (8)

Verdades Secretas 2: Após ser acusado de agredir ex-namorada, ator João Gana está fora da novela; saiba detalhes

As gravações da continuação de “Verdades Secretas” seguem a todo vapor, e a cada informação vazada, o público fica ainda mais ansioso para conferir a estreia, que acontecerá ainda neste ano, exclusivamente no Globoplay. No entanto, nesta terça-feira (27), a produção virou assunto nas páginas policiais por conta do ator e modelo João Gana, que teve um vídeo divulgado na web em que agride a ex-namorada. Em nota ao Uol, a TV Globo revelou que decidiu tirar o rapaz do elenco.

“O ator João Gana não faz mais parte de ‘Verdade Secretas 2’. A Globo não comenta questões de Compliance, mas toda denúncia que chega ao conhecimento da Ouvidoria é apurada com rigor, sendo aplicadas as medidas cabíveis. Aproveitamos para reiterar que a Globo repudia de forma veemente todo e qualquer tipo de violência e tem um Código de Ética, que deve ser seguido por todos nossos colaboradores”, comunicou.

Na trama escrita por Walcyr Carrasco, João daria vida a Matheus, um rapaz do interior que se torna modelo, narrativa que se assemelha bastante com sua trajetória real. “Ele é um rapaz sem experiência, que tentará uma vida melhor. Isso me lembra muito quando me mudei para São Paulo em busca de trabalho”, revelou Gana ao jornal O Globo, em junho. Como as filmagens estão bem adiantadas, não se sabe ao certo qual será o destino do personagem, que faria par romântico com Deborah Evelyn.

Continua depois da Publicidade

Luiz Lobo, agente do modelo, revelou ao site que tanto ele quanto seu cliente ficaram surpresos com a denúncia, mas que já tomaram as medidas cabíveis. “Não tenho como me posicionar até que o assunto seja esclarecido entre as partes através dos meios legais existentes; conheço os dois, represento ambos profissionalmente e lamento tudo isso pois a situação traz danos que podem ser irreversíveis. Ambos acionaram advogados para as suas respectivas defesas e espero que os posicionamentos públicos em redes sociais e imprensa levem em consideração a necessidade de investigação sem julgamentos antecipados”, disse.

Fotojet (7)
João Gana iria fazer par romântico com Deborah Evelyn. Foto: João Miguel Junior/TV Globo; Reprodução

A acusação

[Alerta gatilho! Relatos gráficos de violência doméstica] Nesta terça-feira (27), o jornalista Alessandro Lo-Bianco, do portal iG, divulgou um vídeo em que João Gana aparece aos gritos enquanto dá tapas em uma pessoa que não pode ser vista na filmagem, mas foi identificada como ex-namorada do modelo. Traumatizada com o ocorrido, a moça não teve seu nome revelado e preferiu não conversar com o profissional.

Alessandro, porém, teve acesso ao boletim de ocorrência, registrado como lesão corporal e injúria na Delegacia de Atendimento a Mulher do Rio de Janeiro. Nos documentos, a vítima explicou que o relacionamento durou 10 meses, e chegou ao fim no dia 16 de julho. No dia 20 do mesmo mês, ela afirmou que sofreu as agressões. “O requerido a teria agredido ao tapar sua boca e a segurar pelos braços, ambos com muita força, e dado tapas em seu rosto. Em seguida, o autor dos fatos a teria jogado na cama e tentado retirar suas roupas e manter relações sexuais com ela”, diz um trecho do registro.

[Alerta! Imagens Fortes! Assista a partir de 2’24]

O documento assinado pela juíza Adriana Ramos de Melo diz que, segundo a denúncia, “o requerido teria ainda puxado os seus cabelos e torcido os seus braços para trás por três vezes além de apertar seu pescoço, com as duas mãos, e morder a sua boca”. O relato da vítima também expõe que João Gana teria usado diversas palavras para ofender sua honra.

Continua depois da Publicidade

Em conversa com Lo-Bianco, o modelo garantiu que tem provas de que não agrediu a moça e era mantido em cárcere privado. “Registrei queixa crime contra ela. Tenho áudios, ligações para o pai dela pedindo para acalmar a situação, ligações para minha mãe e amigos na data e hora do ocorrido. Vídeos no momento do acontecido provando que eu estava apenas querendo sair de casa e me defendendo das agressões dela. Tenho todas as provas necessárias que mostram que ela é desequilibrada e só quer vingança por eu ter terminado esse relacionamento”, argumentou.

Gana lamentou tudo que está acontecendo, principalmente no momento em que se preparava para estrear na TV Globo, e afirmou mais uma vez que irá acionar a Justiça contra a ex. Ele ainda se manifestou a respeito do vídeo divulgado. “Está fora de contexto e também mostra que estou pedindo para ela sair de perto de mim por ela ter me causado todo estresse”, defendeu-se. João finalizou que, a partir de agora, só irá se pronunciar “quando todas as provas estiverem na mão da delegada e também tiver um perito para investigar o vídeo completo”.