YouTuber publica, por engano, vídeo batendo e cuspindo em cachorro, causa revolta nas redes e vira caso de polícia

Luisa Mell, pelo amor de Deus ajuda a gente aqui! A internet está revoltada – e com razão – após o caso de uma influenciadora vazar nas redes. Acidentalmente, a YouTuber norte-americana Brooke Houts postou um vídeo assustador, que mostrava cenas dela gritando, batendo e cuspindo em seu cachorro. Seus seguidores não demoraram para denunciá-la à polícia.

O clipe foi compartilhado em seu próprio canal do YouTube na última terça-feira (6) e virou motivo de investigação do departamento de polícia de Los Angeles. Em sua defesa, Brooke disse aos seguidores que só “estava fazendo uma pegadinha” com seu doberman, que leva o nome de Sphinx. Pera aí, ela acha que vai enganar quem com essa desculpa?

A gravação mostra o cachorro de pelagem escura pulando e brincando com sua dona, que estava gravando algum tipo de conteúdo para o canal. A jovem fica irritada com as várias interrupções do animal e bate nele. Em seguida, ela o segura de maneira agressiva contra o chão e, em meio a gritos que pediam que o bicho parasse de pular, cospe em sua cabeça.

Um seguidor registrou as filmagens, que já foram deletadas do canal de Brooke, e enviou para a polícia de Los Angeles e para as instituições LA City Pets e PETA, através do Twitter. De acordo com informações da revista People, as autoridades de Los Angeles afirmaram que estão trabalhando em cima do episódio: “Estamos cientes do incidente. Nossa Força de Proteção dos Animais já recebeu inúmeras queixas sobre o vídeo e nós estamos cuidando do caso agora”.

Mais tarde, Houts chegou a compartilhar o mesmo vídeo editado, sem as partes da agressão, mas logo apagou por consequência das centenas de comentários reprovando sua atitude. A moça ainda dividiu com os followers uma extensa carta aberta, que escreveu como pedido de desculpas. “Para todos que estão comentando em minhas redes sociais ultimamente: Nada que eu disser vai fazer com aqueles que me acham uma má pessoa parem de pensar assim, e eu estou ciente disso. Eu peço desculpas para todos que se sentiram afetados [sic] negativamente pela filmagem”.

Ela continua, tentando justificar seus atos cruéis. “Primeiramente, quero abordar o assunto do vídeo editado. Particularmente naquele dia e durante a semana que o vídeo foi gravado, minha vida estava muito menos que excepcional. Não vou ‘pagar de vítima’ ou nada do tipo, mas quero apontar que estou tão triste quanto apareço na filmagem. A Brooke saltitante e feliz que vocês veem regularmente é tipicamente uma representação verdadeira de mim, mas é óbvio que eu tô me esforçando pra estar de bom humor naquele vídeo, que eu claramente estava frustrada”.

Ao explicar seu comportamento de forma meio esquisita, ela admite estar errada: “Deveria ter ficado tão brava quanto fiquei? Não. Deveria ter levantado minha voz e gritado com ele? Não. Entretanto, quando meu doberman de 35kg está pulando na minha cara com a boca aberta, eu, como mãe de um cachorro, tenho que mostrar que essas atitudes são inaceitáveis. Mas quero que saibam que independente do que meu cachorro tenha feito, eu não deveria ter agido daquela forma com ele”.

“Quero deixar claro que não sou de forma alguma uma abusadora de cães ou de qualquer outro animal. Qualquer um que tenha testemunhado ou visto algum verdadeiro abusador de animais pode ver isso claramente. Meu cachorro, de nenhuma maneira, se machucou com alguma ação minha exibida naquele vídeo”. A vlogueira ainda negou ter cuspido no animal de estimação.

Por fim, ela alega que está procurando por treinadores para Sphinx, que já foi atacado previamente e tem medo de socializar com outros animais. Isso faz com que o cachorro seja tão “grudado” e apegado com a dona. Brooke ainda reafirma que ama todos os animais, incluindo seu próprio, e que amigos e familiares sabem de seu relacionamento amoroso com o doberman. “Tudo que ele quer é ficar ao meu lado e receber meus carinhos. Eu amo isso. Meu amor por ele é exponencial e infinito, e eu faço tudo que eu posso no meu dia a dia para assegurar que ele tenha a vida mais feliz que ele pode ter. Lamento que minhas ações momentâneas não refletiram isso”, concluiu.

Os internautas não compraram as declarações de Houts. Um deles sugeriu: “Estou em Los Angeles e quero comprar seu cachorro, por qualquer preço que você quiser. Ele realmente precisa de um novo lar”. Outro escreveu: “Estou tão enojado. A Brooke Houts agrediu seu cachorro por ele pedir carinho e afeição. Estou muito irritado com isso”.

Brooke ainda pediu aos fãs que lhe dessem uma chance de provar que suas palavras vão de encontro com suas ações. E aí, vocês acham que ela merece?