Billie Eilish relembra momento em que considerou tirar a própria vida após ler comentários negativos no Twitter: “É inacreditável”

Memórias difíceis… Billie Eilish estampa a capa de julho da edição britânica da revista GQ. Em entrevista à publicação, divulgada nesta quinta-feira (04), a estrela deu um forte relato sobre quando considerou tirar sua vida, após ter recebido críticas nas redes sociais.

“Ai, Deus. É inacreditável… Eu quase me matei por causa do Twitter alguns anos atrás. Tipo, de verdade”, revelou a cantora. “Eu estava pensando na maneira em como eu morreria”, completou. No episódio, que aconteceu em fevereiro de 2018, foi o apoio de sua família e de sua equipe que a salvou.

“Eu me lembro de como voltei à realidade. Minha mãe e meu irmão estavam comigo antes daquele momento. E eles estavam tipo, ‘Nós estamos indo pegar comida. Você vai ficar bem sozinha?’. E eu estava tipo, ‘Sim, estou bem'”, continuou. Entretanto, Eilish e seus familiares sabiam que essa não era a realidade. Então, sua mãe alertou um membro da equipe da cantora sobre seu estado frágil.

“Eu estava sentada na janela e eu o vi, esse cara chamado Brian – tenho trabalhado com ele desde que eu tinha 14 anos – e ele veio caminhando em direção a mim, do outro lado do hotel. Teve uma batidinha na porta e ele entrou. Ele me fez rir e fez algumas piadas. Eu perguntei, ‘Minha mãe pediu que você viesse?’. Ele respondeu, ‘Talvez'”, recordou.

Hoje em dia, Billie faz o possível para se afastar dos haters – mas não é uma tarefa fácil. “Mesmo que eu tente evitar isso, que é o que eu faço agora, eu acabo vendo, porque esses fãs, que na verdade estão me defendendo, repostam e respondem as críticas nos seus feeds. Não consigo. Tentei desativar os comentários do Instagram, mas, você sabe, eu me sinto igualmente mal fazendo isso. Não consigo me desligar completamente”, desabafou.

“O Instagram coloca os comentários das pessoas que você segue, meus amigos, no topo do post, mas se você vai até um único comentário longe demais, meu mundo inteiro é destruído”, contou a estrela. Mesmo assim, a dona do hit “Bad Guy” faz o que pode para tentar evitar essa situação. “Eu tento muito não ler esse ódio [nos comentários], acrescentou.

Billie Eilish explicou o que a motiva a se vestir com seu estilo único. (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)

A artista, de apenas 18 anos, aproveitou para falar de sua relação com seu corpo. “Eu nunca me senti desejada. Meus antigos namorados nunca me fizeram sentir desejada. Nenhum deles. E isso é uma grande coisa na minha vida, que eu nunca me senti fisicamente desejada por alguém. Então eu me visto da maneira como me visto porque eu não gosto de pensar em vocês, meninos – quer dizer, qualquer um – julgando meu corpo, ou o tamanho dele”, confessou.

“Às vezes eu me visto como um menino. Às vezes me visto como uma garota cheia de atitude. E às vezes me sinto presa nessa persona que eu criei porque, às vezes, eu acho que as pessoas não me veem como uma mulher”, continuou.

A voz de “Ocean Eyes” ainda fez referência a um vídeo da sua turnê no qual tira a roupa, e explicou o que isso representa. “Sou eu dizendo, olhe, existe um corpo embaixo dessas roupas e você não pode vê-lo. Não é uma pena? Mas meu corpo é meu e o seu corpo é seu”, completou.

IMPORTANTE: Depressão é um assunto super sério e pode atingir qualquer pessoa. Se você ou alguém que você conhece está passando por dificuldades emocionais ou considerando o suicídio, ligue para o ‘Centro de Valorização da Vida’ pelo número 188. O CVV realiza apoio emocional, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Para mais informações, clique aqui.