Brad Pitt debocha de vida pessoal “desastrosa” e relembra situação hilária ao lado de Edward Norton em estreia de “Clube da Luta”: “Dois c*zões”

Um astro que ri de si mesmo! Ao lado de Leonardo DiCaprio, Brad Pitt participou do podcast WTF With Marc Maron, gravado antes do Globo de Ouro, que aconteceu neste domingo (5). No programa, os dois discutiram a perseguição contínua dos paparazzi, além dos filmes ruins que já fizeram ao longo da carreira.

De acordo com o ator de 56 anos, ele é a pessoa perfeita para as revistas de fofoca. “Por conta da minha vida pessoal desastrosa, provavelmente”, debochou. “Você tem uma vida pessoal muito empolgante”, contribuiu o astro de “O Lobo De Wall Street”. Olha quem falando, né? “Como Lil Kim disse, ‘os paparazzi vão te pegar de uma maneira ou de outra. Esse tem sido o meu lema”, disse Brad.

No entanto, o pai de seis filhos afirmou que encontrou modos de evitar as câmeras. “Eu tenho bons truques que não vou revelar aqui porque eles ainda funcionam”, afirmou, todo misterioso. Brad já foi noivo de Gwyneth Paltrow, estrela que namorou nos anos 90. Além disso, como todos sabem, ele foi casado com Jennifer Aniston em 2000, antes de se separar em 2005. Em seguida, Brad emendou um relacionamento com Angelina Jolie. Os dois se casaram oficialmente em 2014, mas em 2016 entraram com o pedido de divórcio.

Brad Pitt com as ex-esposas, Jennifer Aniston e Angelina Jolie. (Foto: Getty)

Durante o bate-papo no podcast, os dois artistas também discutiram o filme que estrelam, “Era Uma Vez… Em Hollywood”, principalmente a frase que o personagem de Brad diz ao personagem de Leo: “Você é a p*rra Rick Dalton! Não se esqueça disso!”. Segundo o vencedor do Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante, a frase foi baseada em algo que o próprio Brad ouviu nos anos 90 de alguém próximo. “Um dia, ele disse pra mim — eu estava reclamando e reclamando —, e ele disse: ‘Ei, cara, não se esqueça: você é a p*rra do Brad Pitt’. E sabe do quê? Me acalmou!'”, explicou.

Brad também falou da vez em que ele e Edward Norton fumaram um baseado antes da première mundial de “Clube da Luta” no Festival de Cinema de Veneza, que foi um fracasso com a audiência, piada por piada. “Quanto mais [a audiência detestava], mais engraçado ficava para mim e para o Edward, e nós apenas começamos a rir. Então, nós somos os dois c*zões no fundo, rindo das nossas próprias piadas — os únicos”, relembrou.

Brad Pitt e Edward Norton. (Foto: Getty)

DiCaprio também fez uma viagem pelo passado e revisitou alguns de seus filmes que não foram bem recebidos pelo público e pela crítica, apesar de não ter nomeado nenhum. “Eu fui para uma première — não vou dizer qual foi o filme —, mas eu apenas me lembro do meu amigo me olhando e dizendo: ‘Não fez o meu tipo'”, disse. Ao ser questionado pelo apresentador o que era tão horrível no filme, Leonardo rebateu: “Tudo”. “Você sabe quando é uma m*rda. Você sente. Você apenas sente. A primeira vez que você vê — todo o trabalho, todo o esforço por trás das câmeras — e você sabe que é apenas uma m*rda. Fede tanto. Nada parece funcionar. Você apenas sente quando está sentado no cinema e pensa: ‘Oh, meu Deus. Oh, meu Deus. Isso é ruim. Isso é tão ruim!”, concluiu Brad.