Bradley Cooper

Bradley Cooper se abre sobre vício em cocaína durante seus 20 anos: “Eu estava tão perdido”

O astro revelou que teve problemas com drogas após ter papel cortado de série com Jennifer Garner no início dos anos 2000

O ator Bradley Cooper fez um relato sincero sobre a batalha contra as drogas pela qual passou durante a juventude. O astro de “Nasce Uma Estrela” revelou nesta terça-feira (14) que era viciado em cocaína no início dos anos 2000, e que isso foi causado pela baixa autoestima após ser demitido da série “Alias”.

Durante a participação no podcast “Smartless”, apresentado pelos atores Jason Bateman, Will Arnett e Sean Hayes, Cooper admitiu que essa foi uma fase difícil de sua vida. “Eu estava tão perdido e viciado em cocaína”, confessou. Ele ainda contou que teve problemas de saúde no mesmo período. “Eu cortei meu tendão de Aquiles logo depois que fui demitido em ‘Alias: Codinome Perigo’”, disse.

“Alias: Codinome Perigo” foi uma série exibida entre 2001 e 2006, que tinha Jennifer Garner como protagonista. Apesar de Bradley também estar no elenco principal, ele teve o papel reduzido após a estreia. Na entrevista, o ator refletiu sobre a época e como era a sua relação com a fama no início da carreira. “Eu tive a sorte que isso aconteceu quando eu tinha 29 anos. Eu pensava que tinha conseguido chegar lá quando participei de um comercial. Eu liguei para o meu pai e disse que estava em um hotel em que as janelas abriam. Em relação a essa coisa de ‘chegar lá’,  foi nesse momento em que eu cheguei”, afirmou.

Bradley Cooper (1)
Bradley Cooper revela vício em drogas durante juventude. (Foto: Getty)

O astro também falou sobre como se sentiu assim que chegou em Los Angeles e o momento em que teve que lidar com a sua baixa autoestima. “Eu definitivamente não me sentia parte, mesmo mudando para Los Angeles para ‘Alias’… Senti como se estivesse de volta ao ensino médio: eu não podia entrar em nenhum clube, nenhuma garota queria olhar para mim. Eu estava totalmente deprimido”, revelou.

Continua depois da Publicidade

Ele admitiu que a fama só veio mesmo após o sucesso da franquia “Se Beber Não Case”. “Eu tinha 36 anos quando fiz ‘Se Beber, Não Case’, então tive que passar por todas essas coisas antes mesmo da fama entrar em minha vida em um nível diário. Então, tudo isso aconteceu antes”, falou. O astro ainda confessou que a evolução em relação à sua autoestima só aconteceu após os 30 anos. “Definitivamente, fiz grandes avanços aos 29, aos 32, 33, 34, onde pelo menos consegui ficar na frente de alguém e respirar, ouvir e falar”, complementou.

Cooper também creditou o ator Will Arnett, que já falou abertamente sobre os problemas que teve com álcool, por conversar com ele em 2004 sobre as dificuldades que estava passando e colocá-lo em um caminho que “mudou a sua vida”. A estrela de “Arrested Development”, então, falou que está muito contente pelas conquistas do amigo. “Tem sido incrível ver você neste lugar e ver você confortável. Nada tem me deixado mais feliz. Fico feliz em ver você tão feliz com quem você é”, garantiu.

Continua depois da Publicidade

Atualmente, Bradley está filmando “Maestro”, filme que conta a história do compositor Leonard Bernstein. Ouça a conversa completa abaixo: