Britney Spears (2)

Britney Spears revela corte de salário surreal, medo do próprio pai, e diz que foi obrigada a se apresentar doente: “Um dos momentos mais assustadores”

Nesta terça-feira (22), o jornal The New York Times revelou detalhes surpreendentes das tentativas de Britney Spears de encerrar a tutela controlada por seu pai, Jamie Spears. Segundo documentos judiciais confidenciais, a diva pop afirmou à Corte que já chegou a ser forçada a fazer apresentações mesmo doente. Que horror…

De acordo com os arquivos, Britney tenta tirar o pai da função desde 2014. Já na época, o advogado da cantora contou que ela citou “uma lista de queixas” para isso. Os problemas de Jamie com álcool e o comportamento controlador dele foram alguns dos fatores. O jornal aponta que o pai tentava interferir em todos os aspectos da vida dela, desde quem ela podia namorar até a cor escolhida para os armários da cozinha.

De acordo com o New York Times, Britney Spears tenta acabar com a tutela do pai desde 2014, e já reclamou à Justiça sobre o comportamento “opressivo” dele. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Outro ponto mencionado para tentar encerrar a tutela era que Jamie teria feito grandes cortes nos ganhos de Britney para alimentar seu próprio salário. Segundo o “Times”, ele teria limitado uma pequena ajuda de custo para a artista, que seria de US$ 2 mil por semana (cerca de R$ 10 mil). Levando em conta o sucesso de Britney Spears, não é difícil perceber que o faturamento da cantora estava muito acima disso.

Continua depois da Publicidade

Britney também teria relatado à Corte que seu pai lhe imputava consequências “muito pesadas” quando percebia qualquer erro por parte dela. Para a estrela, a tutela lhe trouxe “muito medo”. Um dos depoimentos mais chocantes veio em uma audiência de portas fechadas em 2019. Na ocasião, Brit “alegou ter sido forçada a se apresentar enquanto estava doente com uma febre de 40 graus, considerando esse um dos momentos mais assustadores de sua vida”. Ela também disse ter sido foi forçada a dar entrada numa clínica de reabilitação contra sua vontade, para cuidar da saúde mental.

Britney Spears disse ter sido forçada a se apresentar doente, por causa do controle do pai sobre sua vida. (Foto: Getty)

Apesar de Britney não falar praticamente nada sobre a tutela em público, nota-se que sua opinião é bastante negativa. Em 2016, a cantora disse a um perito da Justiça “que ela queria que a tutela terminasse assim que possível”. A artista mencionou que acreditava que estavam tirando vantagem dela, e falou que o papel do pai em sua vida era “opressivo e controlador”.

Uma nova audiência sobre o caso da tutela de Britney Spears está prevista para amanhã, nesta quarta-feira (22). Desta vez, é a própria cantora quem vai falar oficialmente sobre o assunto pela primeira vez.

Entenda o caso da tutela de Britney

Em 2008, Britney Spears passou a viver sob tutela gerenciada por seu pai, Jamie Spears, e desde então a estrela não tem mais controle sobre sua própria trajetória. Em setembro do ano passado, um juiz nomeou a gestora Jodi Montgomery como tutora temporária da artista, depois que seu pai deixou o cargo, alegando “razões pessoais de saúde”.

Britney Spears pretende se livrar da tutela do pai, Jamie Spears. (Foto: Reprodução)

Nos Estados Unidos, o status de tutela é decretado por um tribunal para pessoas incapazes de tomar decisões por si mesmas. No caso da cantora, ela passou por um período conturbado em 2007, devido ao descontrole do uso de substâncias ilegais e bebidas alcoólicas, tendo como resultado diversos problemas na justiça, principalmente em relação à guarda dos filhos.

Continua depois da Publicidade

Em maio deste ano, a tutela de Britney foi estendida até o final de agosto. Os documentos do tribunal, obtidos pela revista americana “Us Weekly”, afirmaram que a gestora Jodi Montgomery foi autorizada a seguir seu papel até 22 de agosto. Britney, por sua vez, “expressou que não quer trabalhar novamente, porque não quer continuar a se manter essencialmente sob a tutela”. 

Britney Spears já afirmou que não pretende trabalhar novamente. (Foto: Getty)

Assim, o movimento #FreeBritney tomou força nas redes sociais nos últimos tempos, graças à crescente preocupação dos fãs com o bem-estar da popstar. Em agosto, o pai de Britney Spears se manifestou pela primeira vez sobre a situação.

Continua depois da Publicidade

A equipe jurídica da cantora ainda citou e avaliou a pressão dos fãs no caso: “Longe de ser uma teoria de conspiração ou uma ‘piada’, como James disse à mídia, em grande parte, esse escrutínio é um resultado razoável e até mesmo previsível do uso agressivo de James do procedimento de segredo de justiça ao longo dos anos, para minimizar a quantidade de informações significativas disponíveis para o público”.

Os advogados de Britney também anexaram um artigo sobre o movimento “Free Britney”, afirmando que a diva está buscando alguma forma de retomar a autonomia da sua vida. [Britney] recebe bem e aprecia o apoio embasado dos muitos fãs dela”, concluíram.