Cardi B revela que roubava e drogava homens quando era stripper, é criticada nas redes sociais, e brinca com a situação; entenda

No último final de semana, Cardi B foi alvo de uma grande polêmica nas redes sociais com o surgimento de um vídeo em que relembrava a fase de sua vida em que trabalhou como stripper. No vídeo, a rapper afirma que drogava e roubava homens que gostariam de transar com ela. Cardi, então, recebeu muitas críticas online e até mesmo uma campanha com a hashtag #SurvivingCardiB – sobrevivendo a Cardi B – tornou-se um dos assuntos mais comentados no Twitter!

Tudo começou com uma transmissão no seu Instagram, quando a rapper fez um comentário recordando a época. “Eu tive que fazer strip, tive que fazer como ‘Oh, sim, você quer transar comigo? Sim, sim, sim, vamos voltar para esse hotel’, e eu drogava esses caras e os roubava. Era o que eu costumava fazer”, contou a artista. Confira o trecho aqui:

E a declaração não pegou nada bem! Fazendo referência ao caso de R. Kelly, músico acusado de abuso sexual, muitos publicaram reclamações sobre a rapper. “A coisa que me pega é que se um cara tivesse admitido isso publicamente, eles seriam criticados para a esquerda e a direita, então porque isso é ok na situação reversa?”, exclamou um usuário. Outro perfil opinou sobre a cantora: “Cardi B… cancelada”. Veja as reações:

https://twitter.com/2019_predicts/status/1109926155707129859

Contudo, alguns acreditam que não faz sentido comparar o que a artista fez com as acusações de R. Kelly, ou mesmo Bill Cosby, também condenado por agressão sexual. “Não vou me irritar e argumentar sobre uma celebridade que não paga minhas contas, mas vocês estão todos perturbados se acreditam que o que Cardi fez se compara às alegações contra R. Kelly ou Bill Cosby”, rebateu uma seguidora. Assim como foi reforçado por outra conta: “Comparar Cardi B ao R. Kelly é loucura”. Dá uma olhada aqui:

Com toda a repercussão de sua fala, Cardi brincou com a situação e resolveu dar uma pausa curta nas redes sociais. Ainda no domingo (24), a rapper disse que enquanto tentavam cancelá-la, ela ainda estava lá, publicando uma canção que dizia “ainda estou aqui”. Já nesta terça (26), ela escreveu em seu Twitter: “Sou aquela v**** que eles amam odiar, sou aquela v**** que eles odeiam amar, e eu amo isso”. Confira os posts:

Eita! Com certeza essa história ainda promete mais capítulos. Aliás, na mesma transmissão que deu origem à controvérsia, Cardi anunciou que escreverá um livro sobre sua vida. E podemos esperar, pois muitas coisas devem ser esclarecidas!

Enquanto isso, na semana passada, o Deadline informou que a estrela fará sua estreia no cinema com uma narrativa parecida com a já vivida por ela! Ao lado de um elenco de peso, ela estará no filme “Hustlers”, que contará a história de um grupo de strippers vingativas que articula um golpe nos seus clientes mais ricos de Wall Street. Ela estará acompanhada de Jennifer Lopez, Lili Reinhart, Keke Palmer, Constance Wu, Julia Stiles e Mercedes Ruehl.