Luiz

Caso Luiz Carlos Araújo: Laudo aponta causa da morte do ator; saiba detalhes

Envolta em mistérios, a morte do ator Luiz Carlos Araújo se tornou objeto de uma investigação minuciosa da polícia. Nesta quarta-feira (22), o laudo médico revelou que a causa do óbito foi uma asfixia acidental. Após análise do Instituto Médico Legal (IML), a equipe do delegado Roberto Monteiro, da 1ª Seccional Centro/Capital, que comanda a investigação, confirmou a informação ao UOL.

A perícia ainda concluiu que o artista, que integrava o elenco da novela “Carinha de Anjo”, do SBT, tinha drogas no organismo quando morreu. “Não foram observados sinais de constrição (alteração) cervical externas ou internas, mesmo após dissecção cuidadosa do pescoço”, afirma o documento.

“A associação de antidepressivos, cocaína e álcool, com consequente rebaixamento do nível de consciência, associada ao confinamento foram as causas da morte (acidental)”, diz a análise. O delegado ainda confirmou que o namorado da vítima, que foi identificado como “visitante frequente” do apartamento do ator por testemunhas, prestou depoimento após ser convocado pela Polícia Civil.

Luiz Carlos Araújo era conhecido por seu papel como Válter na novela “Carinha de Anjo”, do SBT. (Foto: Reprodução / Instagram)

Leia parte do relatório do IML na íntegra:

“Consta da ocorrência que a vítima foi encontrada com um saco preto na cabeça, prática essa conhecida em Literatura Médica como re-respiração, usada com certa frequência para aliviar a respiração rápida e descontrolada em situações de ansiedade e em muitas práticas de asfixiofilia/parafilias, com o intuito de aumentar o teor de dióxido de carbono e diminuir o teor de oxigênio, variações estas que causam vasodilatação ou vasoconstrição de vasos extra e endocranianos. Tal prática pode ter como complicação a asfixia por confinamento (troca do ar respirável por ar irrespirável)”.

Continua depois da Publicidade

Relembre o caso

O ator Luiz Carlos Araújo, conhecido por seu trabalho em musicais como “Lisbela e o Prisioneiro” e “Hoje é Dia de Maria”, mas principalmente por sua participação na novela “Carinha de Anjo”, do SBT, foi encontrado morto no sábado, dia 11 de setembro, no apartamento em que morava, em São Paulo.

Segundo Marilice Cosenza, uma das melhores amigas de Araújo, o artista de 43 anos não respondia as suas tentativas de contato há dias. A atriz, então, tentou falar com ele novamente na noite do dia 11, mas suas chamadas caíam continuamente na caixa postal. Foi então que, preocupada, Marilice pediu a amigas que fossem até o apartamento de Luiz para checar o que havia ocorrido.

“Ninguém atendeu a porta. O porteiro foi, tocou [a campainha] e sentiu um cheiro muito forte vindo do apartamento. Chamaram a polícia e um chaveiro. Abriram o apartamento e encontraram o Luiz na cama, já falecido. Parece que ele estava ali há uns três, quatro dias”, lamentou Cosenza, em conversa com o UOL.

O velório de Luiz Carlos aconteceu em 13 de setembro. (Foto: Reprodução/Instagram)
O velório de Luiz Carlos aconteceu em 13 de setembro. (Foto: Reprodução/Instagram)

Após encontrar o corpo do amigo, ela se dirigiu ao 2º DP do Bom Retiro, na região central da cidade, onde prestou depoimento à Polícia Civil. “Luiz era meu melhor amigo. Eu e outra amiga tentamos falar com ele há alguns dias e ontem o dia todo. O celular estava desligado. Conversei com amigas que foram no apartamento dele para sabermos notícias. Com a polícia e um chaveiro, acharam ele falecido na cama, parecia já há uns 3 dias. Falei com ele no domingo (4) e fui uma das últimas”, recordou a atriz. “Tudo triste e inacreditável. (…) Oremos por ele, lembremos da alegria dele e celebremos a arte como ele brilhantemente fazia”, concluiu.