Ariana Grande cancela encontro com fãs, após sofrer ataque de ansiedade: “Não serei capaz de dar o meu melhor”

Tadinha! Ariana Grande foi forçada a cancelar um “meet & greet” com os fãs, além de uma checagem de som de sua turnê, após sofrer um ataque de ansiedade.

De acordo com o Daily Mail, a cantora, que irá se apresentar nas cidades de Glasgow, Birmingham e Londres nas próximas semanas, durante sua turnê mundial “Sweetener”, mandou e-mail para os fãs que pagaram para encontrá-la pessoalmente na Antuérpia, Alemanha. O recado, enviado horas antes do show, tinha “uma mensagem pessoal de Ariana” como título.

No texto, a voz de “Thank U, Next” escreveu: “Oi, meus amores, hora de um pouco de honestidade. Minha ansiedade e depressão estão mais fortes do que o de costume nos últimos dias”. Ela explicou que estava sofrendo ataques de pânico, e tinha decidido que sereia melhor pular os encontros com os fãs, para que pudesse focar suas energias na apresentação.


“Após alguns ataques de pânico, eu sinto que a decisão mais sábia seria não fazer a checagem de som, ou o meet & greet hoje, e preservar minha energia para o show”, disse. E acrescentou: “Eu não quero apressar o nosso tempo juntos, ou parecer estremecida. Eu gosto de passar tempo de qualidade com vocês, e eu não serei capaz de estar presente ou dar o meu melhor para vocês hoje”. 

View this post on Instagram

kiss it 🌫

A post shared by Ariana Grande (@arianagrande) on

Ariana confessou que gostaria de poder administrar melhor suas crises de ansiedade. “Eu queria controlar melhor esses ataques, mas como qualquer pessoa com ansiedade ou depressão sabe, às vezes você só consegue funcionar nos termos [dos ataques], e não nos seus próprios”, escreveu. Ela também garantiu que todos que tinham pagado pelo encontro, seriam reembolsados. E concluiu: “Eu amo vocês. Eu sinto tanto. Eu prometo que vou dar a vocês o melhor show que eu puder”. Fofa! Temos certeza que os fãs só querem o bem de Ari, né?

A estrela começou sua turnê mundial em março, nos Estados Unidos. Ao longo de cinco meses, ela fez 33 shows. Ariana também foi a Manchester para realizar uma performance especial na celebrações do orgulho LGBTQ+ da cidade no dia 25 de agosto, dois anos depois do ataque terrorista de 2017, que aconteceu durante um de seus shows e deixou 22 pessoas mortas.