Famosos

Blac Chyna acusa Kardashians de terem chantageado emissora para cancelar seu reality com Rob

Raphael Amador - Publicado em 26/05/2018 às 17:25
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Gente, senta que lá vem mais bapho entre Blac Chyna e a família de seu ex, Rob Kardashian, com quem teve a filha Dream. De acordo com nota divulgada pelo TMZ, a socialite acusa as Kardashians de terem conspirado para o canal E! cancelar seu reality show, “Rob & Chyna”, que só teve uma temporada.

Segundo documentos de uma ação judicial movida por Chyna, o clã Kardashian-Jenner ameaçou tirar o “Keeping Up with the Kardashians” da emissora e veiculá-lo em outra rede, caso eles não cancelassem o programa focado no relacionamento da modelo com Rob. Chyna afirma que a primeira temporada de seu reality teve um desempenho melhor que “KUWTK”, tanto que já estavam gravando imagens para a segunda temporada.

Ela também alega que, em janeiro de 2017, aconteceu uma “reunião importante” entre executivos do E! e a família. Segundo Chyna, uma das razões para o cancelamento do reality foi porque as Kardashians “falsamente afirmaram” que ela estava sendo fisicamente abusiva em relação a Rob. Como diz a nota, Chyna quer retratação por escrito que estabeleça a suposta conspiração.

Rob Kardashian e Blac Chyna em comemoração do aniversário da socialite em Hollywood, Califórnia, em 2016. (Foto: Greg Doherty/Getty Images)

Esse processo é parte de uma ação maior que Chyna impetrou contra Rob e a família em outubro, na qual ela argumentou que sofreu “danos significativos” após o escândalo nas redes sociais em 5 de julho, quando Rob compartilhou conteúdo explícito sobre ela – incluindo três fotos nuas – e a acusou de abuso de drogas/álcool e infidelidade. Chyna alegou que o escândalo das fotos nuas e a influência da família Kardashian causaram o cancelamento de “Rob & Chyna”.

Em dezembro, os advogados de Kris Jenner, Kim Kardashian e Rob entraram com um recurso desafiando a base do processo de Chyna contra eles e pedindo a um juiz que rejeitasse seu caso. Nos documentos, os advogados alegaram que a própria Chyna impediu que o programa fosse gravado, após conseguir na justiça uma ordem de restrição por violência doméstica contra Rob, em julho do ano passado. Segundo a People, a determinação judicial impediu que Rob contatasse Chyna “direta ou indiretamente, de qualquer forma” e exigia que ele ficasse longe dela, de sua casa e do local de trabalho.

Como falamos aqui, o ano de 2017 foi marcado por inúmeros barracos envolvendo Blac Chyna e Rob Kardashian. Na época em que entrou com uma ação contra a família, a modelo afirmou que sofreu retaliação por ter denunciado uma suposta violência doméstica de Rob. O boy, por sua vez, entrou na justiça contra a ex, acusando-a de agressão, lesões corporais e vandalismo.