Famosos

Catherine Zeta-Jones diz que ficou “devastada” com acusações de assédio sexual contra Michael Douglas

Raphael Amador - Publicado em 26/11/2018 às 20:19
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Em uma nova entrevista para o jornal britânico The Times, divulgada neste domingo (25), a musa Catherine Zeta-Jones admitiu que se viu em uma posição difícil depois que seu marido Michael Douglas foi acusado assédio sexual em janeiro deste ano.

Eu e meus filhos ficamos profundamente devastados ​​com essas alegações. E eu fiquei dividida sobre onde minha moral absoluta estava. Esta mulher veio do nada e acusou meu marido. Eu tive uma conversa muito grande com ele, com as crianças na sala, e disse: ‘Você entende se algo mais surgir…’“, lembrou ela.

O bapho veio à tona em janeiro deste ano, quando o ator se antecipou à publicação da história e revelou que um jornalista do The Hollywood Reporter o procurou para falar sobre as alegações de uma ex-funcionária sobre ele. Em entrevista ao Deadline, o astro “negou veementemente” as acusações de que teria se masturbado e falado obscenidades na frente da mulher há 32 anos.

Eventualmente, a matéria foi publicada pela revista. Nela, a jornalista e escritora Susan Braudy “alegou ter sido submetida a assédio sexual por Douglas, que incluía um diálogo profano e sexual quase constante, comentários humilhantes sobre sua aparência, discussões sobre suas amantes e mais“, diz a reportagem do THR. A experiência mais traumatizante, segundo ela, teria acontecido durante uma reunião de roteiro no apartamento do ator, durante a qual, ele teria se masturbado na frente dela. Na época, Braudy comandava o escritório da produtora do ator em Nova York, a Stonebridge Productions.

O casal posou na cerimônia em homenagem ao ator, que ganhou sua estrela na Calçada da Fama, em Hollywood. (Foto: Gregg DeGuire/Getty Images)

Segundo Zeta-Jones, o fato de ela e o marido apoiarem totalmente o movimento #MeToo, tornou a situação especialmente “desagradável” para eles. “Foi uma posição muito difícil para mim e, no auge de tudo, foi desagradável“, disse a estrela.

*Leia também
– Michael Douglas comemora aniversário com Catherine Zeta-Jones ao som de hit brasileiro: ‘nunca mais eu vou dormir’

Catherine ainda contou como Douglas se defendeu para a família. “Dizendo que não havia história nenhuma e que o tempo diria. E, claro, o tempo disse. Não havia nada para apoiar [as acusações]. Para qualquer acusação que surja que não tenha fundamento, isso atrasa o movimento em 20 anos”.

Pouco depois de as alegações contra seu companheiro terem se tornado públicas, Zeta-Jones também fez questão de apoiá-lo publicamente. “Michael veio a público com essa declaração preventiva. Ele foi articulado, disse de coração, foi honesto, aberto e transparente“, afirmou a atriz durante participação no programa The View, em janeiro. Veja abaixo:

Os astros estão casados há 18 anos e têm dois filhos juntos: Dylan, de 18 anos, e Carys, de 15.