Famosos

Internada após suspeita de overdose, Demi Lovato já falou abertamente sobre sua dependência; entenda!

Marlon Faria - Publicado em 24/07/2018 às 20:45
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Segundo aponta o site TMZ, Demi Lovato teria sido internada em decorrência de uma overdose de heroína. A notícia caiu como uma bomba nas redes sociais, onde fãs e famosos já subiram a tag #PrayForDemi como forma de apoio ao momento delicado enfrentado pela cantora. Entretanto, uma fonte afirmou à revista People que o quadro de Demi é estável e não teria sido causado por abuso de drogas.

O que nem todo mundo sabe é que a ex-Disney Channel já falou abertamente em diversas ocasiões sobre a sua dependência química.

Em 2010, também segundo o TMZ, a cantora e atriz passou três meses em uma clínica de reabilitação. Na época, a questão das drogas se misturava com danos causados por distúrbios alimentares. A amiga Selena Gomez chegou a acompanhar Demi neste período e a dona do hit ‘Sorry Not Sorry’ afirmou que a presença da ex-namorada de Justin Bieber foi fundamental para as coisas voltarem a melhorar.

Em outra entrevista, desta vez no ‘Access Holywood’, em 2013, a artista admitiu não conseguir passar mais de uma hora sóbria: “Não conseguia passar mais de trinta minutos a uma hora sem cocaína e levava a droga durante voos”.

“Eu basicamente contrabandeava e esperava até que todos na primeira classe adormecessem. Dai usava ali mesmo. Se tivesse que me esconder no banheiro eu fazia”, revelou Demi ao programa de TV norte-americano.

Já em 2017, Demi contou em uma entrevista no ‘Morning Show’, da rádio Z100, de Nova York, que ainda conservava dois vícios. “Adoro cigarro, mas só fumo quando estou em Las Vegas ou em alguma ocasião especial. É a única coisa que me resta… cigarros e energéticos. Com isso, estou servida”, disse a popstar.

Recentemente, em março deste ano, a cantora afirmou à Billboard americana que quase teve uma recaída durante o MET Gala 2016, por influência de uma outra artista. “Essa celebridade em específico foi uma vadia completa e foi horrível estar perto dela. Eu fiquei tão desconfortável que tive vontade de voltar a beber”, explicou. Na época, especulou-se o nome de Nick Minaj como a personalidade citada por Demi na entrevista. Mas a cantora, não voltou a tocar no assunto. Em 2018, Demi também falou sobre os vícios em sua música ‘Sober’.

No auge de sua carreira, em 2013, Demi chegou a fazer uma pausa em sua rotina de shows. No mesmo período, ela escreveu a autobiografia ‘Stay Strong’, dividindo com seu público as situações difíceis enfrentadas em decorrência de sua dependência.