Robert Pattinson revela detalhes sobre “cena de masturbação feroz” em novo filme e comenta ódio de parte do público por “Crepúsculo”: “Nunca entendi”

Ah, as coisas que os atores e atrizes fazem pela arte! Em entrevista ao The New York Times, Robert Pattinson falou um pouco sobre seus projetos mais recentes, incluindo o novo filme do Batman e a produção “The Lighthouse”. Sobre esta última, inclusive, o astro fez algumas revelações sobre a primeira cena que gravou — bastante íntima. Seu comprometimento com o momento chegou a assustar o diretor!

“Bom, minha primeira filmagem foi essa cena de masturbação feroz. É sempre legal fazer algo pesado para a sua primeira filmagem, e eu fui bem intenso na primeira tomada. Foi um giro de 180 graus de tudo que nós fizemos nos ensaios, e eu podia ver Robert [Eggers] um pouco em choque depois. Mas eu estava tipo: ‘OK, legal, não me disseram para parar, então eu vou continuar indo nessa direção’. Assim que eu fiz isso, foi como se a estrada tivesse começado a ser pavimentada”, explicou o ator sobre a composição de seu personagem. Parece que Edward Cullen ficou mesmo no passado!

Robert confessou que o papel de Batman veio em boa hora — se a oportunidade tivesse aparecido anos atrás, ele teria ficado “incrivelmente nervoso” em encarnar o super-herói. “Mas eu ainda tenho alguns meses até começar a filmar. Muito tempo para ter um ataque de pânico!”, brincou. O jornal lembrou a ele de uma antiga fala sua, em que afirmava que o público deveria ser cético com qualquer ator que quisesse interpretar o herói — e agora ele está vivendo um dos maiores da história dos quadrinhos e do cinema. “Mas o Batman não é um herói. Ele é um personagem complicado. Eu não acho que poderia interpretar um herói de verdade — sempre precisa ter algo um pouco errado. Eu acho que é porque um dos meus olhos é menor do que o outro”, observou.

Sobre a repercussão negativa que o anúncio de sua escalação para viver Batman teve na internet, Robert disse que está “acostumado com o abuso”. “Ao menos eu não recebi ameaças de morte desta vez — isso é um avanço! É engraçado que as pessoas tenham tanta raiva de ‘Crepúsculo’. Eu nunca entendi”, falou. O jornalista comentou sobre um possível machismo sobre a questão: “Quando atores estrelam em uma franquia feita para mulheres, há homens que se ressentem com isso: ‘Minha namorada gosta dele, então eu não”. O ator rebateu: “Eles precisam pensar sobre o motivo de se sentirem assim. Talvez seja a hora de uma busca profunda na alma: ‘Por que você teme o que não entende?’. Mas sim, é muito estranho. Tudo com ‘Crepúsculo’ foi estranho. Eu costumava andar na rua sem ninguém me reconhecer, e então isso mudou por quatro anos”. 

No entanto, o astro garante que não sofrerá o tipo de assédio que enfrentou quando era mais novo. “As pessoas não mexem comigo do mesmo jeito agora que eu sou mais velho. Quando eu era mais jovem, os paparazzi ficavam loucos comigo — Eu estava deixando um lugar, e as pessoas gritavam todo tipo de abuso — mas eu não imagino minha vida voltando a ser assim. As pessoas realmente se importam ainda? As revistas de fofoca meio que foram embora, e todo mundo coloca sua vida no Instagram de qualquer modo”, Robert refletiu. “Todo mundo menos você”, retrucou o jornalista. E o astro respondeu: “Bom, eu sou velho e chato. E eu só tenho abdômen definido por tipo, duas semanas no ano”.