Coronavírus: Celebridades e atletas fazem doações milionárias para o combate da Covid-19, e inovam na forma de ajudar; saiba quem quebrou o cofrinho!

Como diria minha avó, essas celebridades tiraram o escorpião do bolso pra valer! Artistas, atletas e grandes empresas estão assinando cheques milionários nesta semana na luta contra a Covid-19… A ideia deles é ajudar o sistema de saúde, profissionais que ficaram sem empregos e outras instituições que estão realizando trabalhos beneficentes para dar assistência às pessoas carentes afetadas diretamente pela pandemia do coronavírus.

O intérprete do Deadpool, Ryan Reynolds, por exemplo, prometeu repassar 30% dos lucros das vendas da sua marca de gin até o dia 1º de maio para os bartenders que estão em casa sem emprego. Os atores Bryan Cranston e Aaron Paul, sócios em uma empresa de bebida alcoólica, curtiram a iniciativa e anunciaram que vão copiar a ideia.

Arnold Schwarzenegger assinou um cheque com a quantia de US$ 1 milhão (R$ 5 milhões) para uma organização que tem como principal objetivo levar equipamentos vitais no combate de doenças em locais que não dispõem de estruturas adequadas.

“Nunca acreditei em sentar no sofá e reclamar de como as coisas são ruins, sempre acreditei que todos deveríamos fazer nossa parte para melhorar as coisas. Essa é uma maneira simples de proteger nossos verdadeiros heróis de ação nas linhas de frente de nossos hospitais, e tenho orgulho de fazer parte disso”, escreveu em uma publicação nas redes sociais.

Gwyneth Paltrow também enviou sua contribuição de US$ 100 mil (R$ 503 mil) para o grupo identificado como Frontline Responders Fund. O lutador Rusev quis assegurar que todos os funcionários da empresa de entretenimento da qual ele faz parte tivessem acesso aos itens de proteção e prevenção e, por isso, depositou US$ 20 mil (R$ 100 mil) para a compra dos materiais.

View this post on Instagram

Along with ramping up testing, the single most critical need in the frontline fight against Covid is keeping our heroic medical teams healthy through full PPE gear which is in terribly short supply. If doctors and nurses and other hospital staff get sick they can’t keep working to save the rest of us. Access to the gear is available in enormous numbers. But serious logistics are required to get it fast to US hospitals that urgently need it. Flexport is one of the best in the world at this and is doing it pro bono. They have gotten grounded 787s and 747s at deep discounts and are using the funds raised already to start flying them daily, brining in over 2million PPEs a day! Every $125,000 we raise funds a round trip flight. If 6250 people give just $20 that’s over a million masks and other gear kits we can get to hospitals fast. All of this will know someone who needs this critical care but we’ve got to keep our medical frontline responders healthy. @bradfalchuk are supporting this and we encourage everyone to do whatever they can. Link is in my bio.

A post shared by Gwyneth Paltrow (@gwynethpaltrow) on

O rei do pop Michael Jackson já não está mais entre nós, mas teve um papel fundamental neste momento difícil que o mundo enfrenta. US$ 300 mil (R$ 1,5 milhão) de seu patrimônio foi doado para ajudar três comunidades afetadas pelo vírus. A Broadway Cares, MusiCares e Three Square Food Bank, em Nevada, receberão US$ 100 mil (R$ 503 mil) cada uma. O músico James Taylor pagou a quantia de US$ 1 milhão (R$ 5 milhões) para uma instituição beneficente.

No mundo dos esportes, Lionel Messi e Pep Guardiola doaram mais de US$ 1 milhão cada um para ajudar a combater a doença Espanha. Já o tenista Roger Federer fez um depósito no mesmo valor para dar suporte às famílias vulneráveis na Suíça.

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, revelou que o Yelp, site de avaliações de serviços, está colaborando com US$ 1 milhão (R$ 5 milhões) em doações para empresas locais. CEO da Apple, Tim Cook usou suas redes sociais para anunciar a doação de 10 milhões de máscaras. Magnata do ramo de maquiagens, Kylie Jenner reservou US$ 1 milhão (R$ 5 milhões) da sua fortuna para a compra de todos os equipamentos necessários na proteção dos profissionais da saúde que estão tratando o coronavírus.

No Brasil, nossa eterna rainha Xuxa Meneghel também resolveu ajudar. De acordo com o colunista Flávio Ricco, do Uol, a apresentadora enviou a quantia de R$ 1 milhão de reais para dar assistência ao Sistema Único de Saúde (SUS). A doação foi feita por meio de uma de suas empresas no ramo de estética. Além disso, a empresa que fabrica a linha de produtos infantis com o seu nome doou 300 mil sabonetes para comunidades carentes no Rio de Janeiro.