Felipe Neto Carlos Jordy

Deputado perde na Justiça e terá que indenizar Felipe Neto após espalhar fake news sobre massacre; saiba valores

Na última quinta-feira (26), a Justiça determinou que o deputado Carlos Jordy (PSL) pague uma indenização ao influenciador Felipe Neto. De acordo com o G1, o desembargador Fernando Fernandy Fernandes, da 13ª Câmara Cível, confirmou a sentença que afirmava que o youtuber sofreu danos morais por parte do político – que o associou ao massacre de Susano (SP).

Segundo a decisão, Jordy terá de pagar R$ 35 mil ao influencer. Além disso, o acórdão publicado na sexta-feira (27) prevê que o deputado faça uma retratação pública no mesmo espaço que utilizou para espalhar a notícia falsa referente a Felipe, mantendo-se pelo prazo de 60 dias. Caso descumpra as determinações, ele terá de pagar uma multa diária de R$ 500.

Continua depois da Publicidade

No início de 2019, Carlos erroneamente ligou Felipe Neto ao trágico massacre que ocorreu anos atrás, numa escola em Suzano. “Quando digo que pais não devem deixar os filhos assistirem vídeos do Felipe Neto, não é brincadeira. Em 2016, ele fez vídeo ensinando a entrarem em sites da deepweb. Agora descobriram que os assassinos de Suzano pegaram as informações para o massacre num dos sites após assistirem ao vídeo”, havia escrito Jordy, utilizando informações que foram desmentidas pela Justiça.

Felipe Neto Quanto Ganha Youtube Video Monetizacao Foto Reproducao Instagram Fixed Large
A Justiça determinou que o deputado se retrate e indenize Felipe Neto após associá-lo erroneamente a um massacre. (Foto: Reprodução)

Com isso, Felipe processou o deputado e ganhou a causa ainda em primeira instância. Em 16 de março 2020, a 1ª Vara Cível do Rio de Janeiro já havia dado a sentença contra Jordy. “Ante a ausência de comprovação de que o massacre de Suzano tenha sido causado por jovens seguidores de Felipe Neto, bem como que tenha sido cometido por conta e por influência dele e por não haver nexo de causalidade no alegado, deverá a parte ré indenizar o autor a título de danos morais pela falsa alegação divulgada, servindo, inclusive, para prevenir novos abusos a serem cometidos, conforme entende também a jurisprudência de nosso Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro”, declarou a juíza Bianca Ferreira do Amaral Machado Nigri.

Continua depois da Publicidade

Carlos Jordy recorreu da decisão em julho do ano passado. Contudo, nesta semana, a confirmação da sentença já foi proferida. Segundo o G1, o afiliado do PSL terá de pagar as custas processuais e honorários advocatícios fixados em 15% sobre o valor da condenação.

Felipe Neto comenta decisão e revela como usará os valores

Após a nova vitória no caso, Felipe se manifestou em suas redes sociais e celebrou a decisão. “Carlos Jordy. Deputado bolsonarista que me associou com o atentado terrorista de Suzano. Foi condenado a me pagar indenização, postar retratação e pagar multa. Isso é o bolsonarismo: mentiras, ódio, violência. Povo de Niterói, ele vai tentar ser prefeito”, escreveu o youtuber, que também compartilhou uma manchete do caso e afirmou: “Aquela capa da Globo que a gente se delicia”.

Continua depois da Publicidade

Posteriormente, Felipe Neto contou que usará o dinheiro da indenização para fazer doações a duas organizações que lutam pelo direitos das mulheres. “Todo o dinheiro que o Carlos Jordy vai me pagar de indenização irá para Instituto Marielle Franco, e Ocupa Sapatão. Já tá [na]hora de cobrarmos: PAGA, JORDY!”, escreveu o influencer.