Djavan

Djavan se declara contra Bolsonaro e relembra antiga polêmica: “Não votei e não apoio”; vem ler

Em meio ao crescente movimento de artistas contra Jair Bolsonaro, o cantor Djavan resolveu se manifestar para deixar claro sua inclinação política. Em um post no Instagram, nesta quarta-feira (23), o músico relembrou uma polêmica antiga envolvendo seu nome, e garantiu que não votou e nem apoia o governo atual.

Em 2018, tentaram me associar a esse governo por eu ter dito em entrevista que tinha esperança no futuro do Brasil. O futuro, para mim, pertence ao povo que sempre poderá buscar – nas ruas e nas urnas – as transformações sociais que farão do Brasil um país livre e próspero. Depois de dizer algumas vezes que aquilo era mentira, eu percebi que de nada adiantaria: o desmentido na internet tem efeito contrário, coloca a mentira em evidência“, afirmou.

Tenho décadas de vida pública e uma longa carreira, e quem me conhece sabe dos meus posicionamentos sobre política, problemas sociais, culturais, raciais, homofobia, xenofobia e etc. Por isso, é impossível haver qualquer compatibilidade entre mim e um governo errático, que tem atuado na contramão da ciência e que, sempre que pode, demonstra seu desprezo pela democracia. Não tem cabimento. Eu NÃO votei no Bolsonaro e NÃO apoio o seu governo“, escreveu o cantor.

Continua depois da Publicidade

Fala polêmica

Em 2018, uma fala de Djavan polemizou e muitos interpretaram como sendo um apoio do artista ao governo Bolsonaro. Durante uma entrevista concedida ao portal POPline, o veterano afirmou, na época, que estava “esperançoso” em relação ao futuro, e que acreditava que coisas boas estavam vindo. Foi naquele ano que o atual presidente foi eleito.

Eu tô muito esperançoso, eu sou uma pessoa esperançosa, eu sou uma pessoa ativista… Eu tenho uma esperança que o Brasil vai dar certo em algum momento. Tudo que está começando a acontecer agora, aponta para um futuro melhor. A gente não pode garantir, porque o governo ainda não está atuando, ele está apenas se formando, mas estou esperançoso. Acho que a gente precisa descansar, do ponto de vista de ter uma vida mais tranquila“, declarou ele, naquela entrevista. Assista: