Durante live sobre política, Anitta dá a melhor resposta para quem a acusou de “não ter estudado”; confira!

Lindíssima, falou tudo! Nesta sexta-feira (19), Anitta convidou a amiga Gabriela Prioli para mais uma live explicando questões políticas e históricas do nosso país da forma mais didática possível. Entretanto, alguns internautas aproveitaram a seção de comentários para atacar a cantora, dizendo que ela não tinha frequentado as aulas na escola. Em resposta, tanto a artista quanto a analista da CNN Brasil mandaram um recado bem sincerão.

Após discutirem na transmissão a prisão de Fabrício Queiroz e o período da ditadura no Brasil, a estrela explicou que iria ficar para a próxima aula o que foram os Atos Institucionais. “Eu não sabia nem que tinha um ‘A’ [Ato], quem dirá 1, 2, 3, 4, 5″, brincou a poderosa. “Melhor é você que não sabe do que esse povo que não sabe também e tá indo pra rua com cartaz”, disparou Gabriela.

Continua depois da Publicidade

Anitta seguiu lendo os comentários e viu que tinha gente “tirando onda” com sua cara por não saber sobre os fatos históricos. “Tem uns comentários: ‘Não estudou história do Brasil’. Amor, duvido você vir aqui na live explicar isso para mim, já que você estudou. Duvido! Para quem não sabe, a educação pública que nos é oferecida, que no caso foi a que eu tive, você sai sem estímulo nenhum. Porque você estudando ou não estudando, você passa de ano”, falou a cantora.

Anitta tem usado as lives para aprender de forma didática assuntos políticos e históricos do país. Foto: Reprodução/Instagram

Gabriela Prioli saiu em defesa da amiga e também se irritou com as mensagens indelicadas. “Para de encher os outros, gente! Se você já sabe das coisas, então você não assiste à live!”, reclamou. Anitta ainda relembrou seu período escolar, dizendo que usou os recursos oferecidos pelo governo. “O aluno custa caro, a escola custa caro. Quem já usou material escolar do governo? Eu já! Tudo isso o governo precisa comprar pra quem não tem condição de pagar. Isso fica caro pro governo, então é melhor ir passando todo mundo do que obrigando a estudar”, explicou.

Continua depois da Publicidade

“Um povo com acesso à educação e cultura é um povo crítico. Então é muito mais difícil pra quem quer dominar”, analisou a comentarista da CNN. “É tão chato, tão feio isso as pessoas ficarem ridicularizando a dúvida do outro. Velho, é simples, se você já sabe e não precisa assistir à aula ou ler o livro, você não assiste e não lê. Deixa pra quem quer consumir a informação, consumirem. Ninguém está te obrigando”, encerrou Gabriela Prioli. Assista a partir do minuto 53:15!