Evandro Santo admite vício em drogas e ficará um ano em clínica de reabilitação: "É uma doença". (Reprodução/Instagram)

Em desabafo tocante, Evandro Santo admite vício em drogas e se abre sobre quinta internação: ‘Vim pra ficar um ano’; assista

O humorista Evandro Santo, intérprete do implacável Christian Pior, revelou nesta quinta-feira (24), em suas redes sociais, que está internado pela quinta vez em uma clínica de reabilitação por conta do vício em drogas. Na legenda da publicação, ele escreveu que “é preciso coragem para pedir ajuda, é preciso ser humilde. Ser um adicto não é o fim…pode ser o começo de uma vida nova”.

“Este é o IGTV mais difícil e acho que um dos mais importantes da minha vida. Eu vou começar com uma frase que muitos de vocês talvez não conheçam, mas muitos talvez conheçam. Eu sou o Evandro, 46 anos, e sou um adicto em recuperação. A adicção é uma doença que pode surgir com compulsões e pode evoluir através de sexo, comida, drogas… e no meu caso foram as drogas”, iniciou.

“Sinto muito informar a vocês, mas essa doença não escolhe nível intelectual, não escolhe nível social, não escolhe se é bonito ou se é feio”, prosseguiu. O artista então destacou que o preconceito da sociedade leva muitas pessoas a pensarem que os usuários de drogas seguem um “padrão”, mas que não é bem assim: “É uma doença e tanto, que está espalhada em todas as classes sociais”.

Evandro ainda contou que o vício começou já na fase adulta e que não teve interesse e nem contato com nenhuma substância até os seus 29 anos. “Eu tive uma adolescência bem tranquila na verdade. Meu interesse era fazer balé, fazer teatro, pagar minhas contas. Eu saí de casa cedo, já era gay, filho de mãe solteira. Mexer com as drogas não estava nos meus planos, pois eu sabia que a droga poderia me derrubar a caminho da minha sobrevivência. Eu não fumei maconha, eu não bebi, não cheirei, não usei loló. Todas as minhas loucuras eu fiz de cara limpa”, declarou.

Evandro Santo encara sua quinta internação para tratar o vício. (Foto: Reprodução/Instagram)
Evandro Santo encara sua quinta internação para tratar o vício. (Foto: Reprodução/Instagram)

O primeiro contato com as drogas, segundo ele, aconteceu através de um amigo. Para se sentir “descolado”, ele fez o uso de ecstasy, substância que atinge diretamente o sistema nervoso central. “Ele estava tomando ecstasy e parecia tão moderno, tão crível, reluzente, ele estava andando com os caras mais bacanas da balada. Eu pedi, falei: ‘Eu quero tomar’. Eu tinha 29 anos. Tomei o primeiro ecstasy e foi aquela maravilha. A gente vai falar que é ruim? Não, a gente não pode mentir. É bom, no começo é muito bom”, admitiu.

Após a experiência, o humorista acreditava que estava no “controle” da situação e que só usaria entorpecentes uma vez por ano. Até que começou a sentir “necessidade” daquilo. “Entre uma coisa e outra, acabaram me apresentando a ketamina, que eu também não gostei muito. Só que eu fui ficando mais velho e eu não dei conta de algumas demandas da vida emocional e comecei a usar, tive um uso muito pesado de 2014 a 2020”, contou.

Continua depois da Publicidade

Evandro agora está em sua quinta internação, na clínica de um amigo que conheceu na primeira vez em que esteve em reabilitação, em 2014. Ele confessou que teve recaídas ao longo do tempo, já que acreditava não precisar de ajuda médica. “É um tratamento humanizado, a recuperação é por atração. Tem uma diferença entre estar limpo e estar em recuperação. Eu posso estar limpo e não estar em recuperação, a minha doença tem a ver com o meu comportamento. A recuperação é total, mental, espiritual e física. Foi nessa quinta internação que eu consegui finalmente falar: ‘Sim, eu sou doente. Sim, eu preciso de ajuda’. Foi a primeira vez que eu me internei voluntariamente, com vontade, e acho que fez toda a diferença”, refletiu.

O comediante ainda contou que agora não tem mais vergonha e que decidiu persistir na luta contra o vício: “Eu preferi lutar, não quis me entregar. Foi uma das melhores decisões da minha vida”. Assista ao vídeo completo:

Nesta sexta-feira (25), Evandro voltou a falar sobre o assunto nas redes. O ator e repórter contou aos seguidores que pretende usar sua voz para ajudar outras pessoas que enfrentam a mesma doença. Ele comentou sobre mitos e receios do processo de internação, e admitiu que, desta vez, pretende ficar por pelo menos um ano em observação.“Ontem, como vocês sabem, não foi fácil. Eu abri a minha questão de ser adicto e de estar internado, e vou continuar falando sobre esse assunto, porque decidi que quero ajudar outros adictos e salvar vidas”, disse.

“Não é fácil entrar em recuperação, mas é uma delícia quando você entende (…) Fique o tempo que for necessário. Tem gente que fica três, quatro. Eu, mesmo, vim para ficar um ano. Resolvi, porque quero aprender mais sobre a minha doença”, continuou.

Continua depois da Publicidade

O comediante ainda pediu compreensão já que, como está internado, terá menos tempo disponível para as redes sociais: “Como estou internado, não posso usar internet. Não posso abusar. Vou usar internet das seis às sete e meia, que é quando consigo postar as coisas e responder stories. Não posso abusar porque sou um paciente igual aos outros. Espero que as pessoas tenham a consciência”.

Para finalizar, Evandro Santo disse que está se sentindo confortável em lidar com pessoas de várias idades na clínica e que pretende estudar mais sobre saúde mental. “Eu tenho um monte de função, atividades. Tenho muitas coisas para fazer. Estou muito feliz”, concluiu. Ficamos na torcida para que você se recupere logo, e fique bem, Evandro! Assista: