Em entrevista, Cardi B revela ter reconstruído seios após nascimento de Kulture: “Minha filha me f****”

Se ela não “Like it like that”, ela vai lá e resolve! Após ter se dado bem no “Billboard Music Awards 2019”, Cardi B foi sincerona sobre sua relação com seu corpo, em entrevista divulgada nesta quarta-feira (01). Ao Entertainment Tonight, a cantora revelou que reconstruiu os seios após o nascimento de sua filha, Kulture. Além disso, a rapper também falou sobre sentir-se culpada pela rotina agitada, que interfere na sua maternidade.

Os fãs de Cardi sabem que ela comenta com frequência sobre seu corpo nas redes sociais. Ao ser questionada sobre a questão, ela mencionou a cirurgia plástica, e confessou que ainda não se sente completamente bem consigo mesma. “Me sinto bem, mas às vezes não me sinto assim, sabe? Sua pele fica toda esticada… Acabei de refazer meus seios”, disse a cantora. Ainda quanto ao assunto, ela brincou sobre a responsável por isso: “Minha filha me f**eu”. Sempre piadista, né? Kkkk

Cardi B revelou que fez procedimentos nos seios após a amamentação de sua filha. (Foto: Reprodução/Entertainment Tonight)

E a chegada de Kulture parece ter mudado a vida da rapper para além das alterações físicas. “Eu sinto essa culpa de mãe, sabe? Ela está aqui, mas isso me deixa triste às vezes, porque é tipo, ‘Ai meu Deus, todas essas viagens’. Eu sei que o horário do seu sono está ficando um pouquinho bagunçado”, explicou ela. Ir trabalhar e deixá-la também não tem sido fácil: “Às vezes eu acordo de manhã, ela está na minha cama eu só quero ficar abraçadinha e [não dá]”.

“Está ficando mais difícil porque ela me conhece. Ela me reconhece mais agora, e assim, você apenas consegue dizer que ela quer que eu esteja lá. Às vezes, quando ela me vê saindo, ela olha pra cima e é tipo ‘Mulher, onde você tá indo?'”, adicionou Cardi. Mas ela parece ter conseguido conciliar isso muito bem, né? E todo o trabalho tem valido a pena, como ficou claro por suas vitórias no “BBMAs 2019”, ontem (01). Nem mesmo a dupla jornada segura essa mulher, okurrr? Kkk Assista ao trecho da entrevista: