Em entrevista, Rihanna dá mais detalhes sobre próximo álbum e revela possibilidade de ser mãe solteira: “Diminuem você como mãe se não há um pai”

Que mulherão da p*rra! Rihanna é capa da revista Vogue britânica do mês de maio, e, talvez, falte adjetivos para elogiar a determinação da popstar nos objetivos que ela traça para si mesma. No bate-papo, a diva entregou os preparativos da produção do seu nono álbum da carreira, os negócios no segmento da beleza e os planos para… ser mamãe!

“Eu vou ter filhos — três ou quatro deles”, disparou a cantora. Rihanna, que terminou o relacionamento com o bilionário Hassan Jameel no mês de janeiro, após três anos juntos, cogitou, inclusive, ser mãe solteira. “Com certeza seria! Eu sinto que a sociedade me faz querer sentir como ‘Oh, você entendeu errado…’. Eles diminuem você como mãe se não há um pai na vida de seus filhos”, analisou.

Continua depois da Publicidade

A estrela ainda revelou o que realmente acredita ser necessário para uma criação saudável e feliz dos filhos. “Mas a única coisa que importa é a felicidade — esse é o único relacionamento saudável entre pai e filho. Essa é a única coisa que pode criar um filho verdadeiramente, o amor”, declarou.

Mas antes de ativar seu lado mãezona, Rihanna mostrou ter muitos planos para colocar em prática profissionalmente. Sim, estamos falando do seu próximo álbum em estúdio. “Não sei dizer quando vou lançar, mas estou trabalhando muito agressivamente na música. Não quero que todos os meus álbuns pareçam temáticos. Não há regras, não há formato, não há nada. Há apenas boa música e, se eu sinto, estou lançando”, explicou.

Continua depois da Publicidade

Com todos os detalhes da produção guardados a sete chaves, rumores de que o disco teria apenas músicas no ritmo do reggae ganharam força, e Rihanna parece curtir muito a ideia. “Ah, não, isso já está acontecendo… Eu sinto que não tenho limites. Eu fiz tudo — fiz todos os hits, tentei todos os gêneros —, agora estou totalmente aberta [para as possibilidades]. Eu posso fazer o que eu quiser”, se orgulhou.

View this post on Instagram

“I feel like I have no boundaries. I’ve done everything – I’ve done all the hits, I’ve tried every genre – now I’m just, I’m wide open. I can make anything that I want.” Poised to release a long anticipated new album, and with the continued success of “the Fenty effect”, #Rihanna’s work ethic is akin to a force of nature. In the new issue, the businesswoman tells @AfuaHirsch about managing her work-life balance and how she’s been “aggressively working on music”. See the full story in the new issue, on newsstands and available for free digital download Friday 3 April, and read the full interview now at the link in bio. #Rihanna wears all @RafSimons. Photographed by @StevenKleinStudio and styled by @Edward_Enninful, with hair by @YusefHairNYC and @NaphiisBeautifulHair, make-up by @IsamayaFfrench using @FentyBeauty and nails by @RedHotNails. With thanks to @JillDemling.

A post shared by British Vogue (@britishvogue) on

A artista também se abriu sobre todos os elogios que recebe por ter desenvolvido uma marca que pensa especialmente na beleza da mulher negra. “Estou chocada com as pessoas dizendo: ‘Oh meu Deus, o que fez você pensar em fazer maquiagem para meninas negras?’ Eu fico tipo, ‘o quê?’ Você pensou que isso era como uma estratégia de marketing? Como se eu fosse um gênio? É chocante na maioria das vezes, então fico decepcionada que isso seja inovador agora. Na minha opinião, isso era normal”, avaliou.

Continua depois da Publicidade

E por falar em seu talento nato para os negócios, a voz de “Man Down” entregou que faz questão de participar nas pequenas e grandes decisões do império que está construindo. “Eu vejo todas as versões do site, as descrições e nomes dos produtos, além das cores”, contou. “Eu tenho um time enorme, mas não acho que o tom deles seja o meu. Eu me sentiria como uma fraude vendendo algo que não estou apoiando”, acrescentou.