Fotojet (7)

Free Britney: Juíza recusa pedido de Britney Spears e mantém Jamie como tutor da estrela; saiba detalhes

Nessa quarta-feira (30), a Justiça norte-americana negou um pedido dos advogados de Britney Spears, solicitando que o pai da cantora, Jamie Spears, deixasse de ser seu tutor. De acordo com a revista Variety, a juíza à frente do caso, Brenda Penny, decidiu que o patriarca continuará cuidando dos bens da artista em conjunto com a empresa de gestão de fortunas Bessemer Trust.

“O pedido para suspender James P. Spears imediatamente após a nomeação da Bessemer Trust Company of California como único conservador de bens foi negado sem prejuízo”, informa o documento judicial. A negativa da juíza, entretanto, não é novidade. A mesma decisão já havia sido tomada em novembro de 2020, mês em que Samuel Ingham, defesa da loira, entrou com o pedido de remoção de Jamie da tutela, argumentando que sua cliente “tinha medo do pai“.

Continua depois da Publicidade

Naquela época, Penny se recusou a suspender James da conservadoria e nomeou a Bessemer Trust como co-tutora. A papelada emitida ainda ontem serviu apenas como forma de oficializar essa indicação feita meses atrás. Com isso, o tribunal considerou que a popstar é “substancialmente incapaz de administrar seus recursos financeiros ou de resistir a fraude ou influência indevida“.

Britney Spears quer se livrar da tutela do pai, Jamie Spears. (Foto: Reprodução)

Vale lembrar que a decisão da juíza foi mantida, mesmo após o chocante testemunho prestado por Britney na semana passada (23), denunciando abusos da conservadoria. Em seus relatos, a cantora afirmou que gostaria de se casar novamente e ter mais um filho, porém, estava sendo impedida pelos tutores de retirar um DIU. A popstar disse ainda que era dopada com lítio e que desejava processar a família por tudo que fizeram com ela durante os últimos 12 anos de “exploração”. Saiba mais detalhes clicando aqui.