Famosos

Heloísa Périssé se abre sobre quadro de depressão e tratamento: ‘Impossível não ser medicada’

Pedro Hosken - Publicado em 09/08/2018 às 17:58
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Em conversa com Pedro Bial, exibida na madrugada desta quinta-feira (9) , a maravilhosa Heloísa Périssé se abriu sobre um assunto delicado, para muitos, a depressão. O tópico surgiu no bate-papo quando o jornalista questionou a carioca e a humorista Maria Clara Gueiros – que também participava do talk-show – o porquê dos comediantes, supostamente, terem propensão à doença.

“Toda situação de comédia tem um fundo de angústia, de tristeza e de uma coisa mal resolvida“, opinou Périssé. O apresentador, então, disse ter conhecimento do processo depressivo enfrentado por ela e da força que a amiga Maria Clara havia lhe dado para superar a crise. “Você está medicada?“, quis saber Bial. “Eu não estou medicada… eu sou medicada!“, respondeu ela com bom humor. “Eu acho que é impossível não ser e encorajo a todo mundo que ás vezes passa por um determinado tipo de situação e fica envergonhado [de falar ou de se tratar]. Nós somos química. Existe uma química dentro do nosso corpo que se desequilibra, você tem que equilibrar. É normal. Eu não tenho problema nenhum com isso“, ressaltou.

As atrizes, atualmente em cartaz, com peça “Loloucas” no Rio de Janeiro, ainda falaram sobre como o humor vem se transformando nos últimos anos e como tiveram de adaptar as próprias piadas. “Acho uma evolução da espécie, o politicamente correto. Bater no mais fraco é muito covarde. É tão mais legal e saudável fazer humor sacaneando o agressor e se identificando com a vítima“, comentou Maria Clara. “Humor pra mim é igual sexo. Tem que ser bom para os dois“, resumiu Heloísa.