TV / Séries

Jon Cryer, o Alan de ‘Two and a Half Men’ revela não falar há anos com Charlie Sheen: ‘Prefiro estar fora dessa montanha-russa’

Pedro Hosken - Publicado em 12/03/2019 às 21:09
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Jon Cryer e Charlie Sheen exibiam uma química admirável como Alan e Charlie na exitosa sitcom ‘Two and a Half Men’, mas com o tempo o relacionamento que também ia bem nos bastidores se degringolou! De acordo com entrevista concedida ontem (11), por Cryer ao ‘Access Live’, a coisa ficou tão feia que os dois já não se falam há anos!

Quando eu o conheci e nós começamos a série, Charlie estava sóbrio e por um tempo ele esteve realmente no controle de sua vida. E foi difícil ver isso indo embora. Essa foi a parte mais difícil de estar envolvido nesse processo. Era um set meio louco. Talvez um pouco mais louco do que eu gostaria, para ser sincero“, recordou o ator que agora trabalha em “Supergirl”. Apesar do caos no ambiente das gravações, Jon ressalta que havia uma ‘grande camaradagem‘.

Na verdade, fazer os episódios sempre foi ótimo. Nunca houve uma época em que não fosse ótimo. Era sempre muito divertido“, reforçou ele, acrescentando não falar com Charlie ‘há uns bons anos’. “Ter Charlie por perto é como estar em uma montanha-russa o tempo todo, e por enquanto eu prefiro estar fora dela“, resumiu.

Esse elenco era demais!!! Quem amava?!  (Foto: Michael Caulfield/Getty Images)

Charlie e Jon trabalharam juntos na série entre 2003 e 2011, formando um trio hilário ao lado de Angus T. Jones, o fofo e esperto Jake. Após ser internado numa clínica de reabilitação para tratar sua dependência química, Sheen disparou uma porção de insultos contra o criador da sitcom, Chuck Lorre, em uma entrevista e acabou demitido. A comédia – uma das mais assistidas nos EUA na época – seguiu em exibição até 2015 com a morte de seu personagem e a entrada de Ashton Kutcher.

Desde o seu desligamento da produção, Charlie não tem feito papéis relevantes na TV. Em entrevista à revista People, em janeiro, o ator celebrou 14 meses de sobriedade e declarou estar totalmente focado em sua saúde. Estou sóbrio há quase 14 meses. Essa foi a maior mudança para mim. Eu realmente estou concentrado em minha saúde. Minha família e o trabalho vêm na sequência“, contou o astro, que em 2015 revelou na televisão ser HIV positivo