Rapper Meek Mill anuncia separação alguns dias após Kanye West sugerir traição de Kim Kardashian com ele; confira as publicações

O rapper Meek Mill anunciou sua separação da namorada Milan Harris nesse domingo (26), alguns dias após Kanye West citá-lo em episódio ‘detonador’ de crise com Kim Kardashian, em 2018. Através das redes sociais, Meek anunciou que a decisão havia sido tomada em conjunto com a mãe de seu filho caçula, nascido em maio.

“Eu e Milano decidimos continuar amigos e criar nosso filho como pais separados. Ainda temos um amor louco um pelo outro, mas ambos chegamos a um entendimento!”, revelou o rapper em um post já deletado do Twitter e do Instagram. Na legenda da rede social de fotos, ele ainda acrescentou: “Nenhuma briga, apenas seguindo em frente! Ainda há amor! Isso é para proteção para que as redes sociais não pensem que estamos seguindo errado”.

No Twitter, o músico ainda fez uma publicação misteriosa em seguida, falando sobre as mudanças trazidas pelo sucesso e riqueza. “Ganhei muito dinheiro no ano passado, tudo ficou diferente com muitas pessoas que ajudei, então preciso me reavaliar! Vai acontecer com qualquer pessoa com sucesso e poder. Crescer, permanecer forte e seguir em frente!”, declarou.

Tuítes já deletados por Meek Mill sobre separação com Milan Harris (Foto: Reprodução/Instagram)

Continua depois da Publicidade

Mill e a designer de moda também conhecida Milano Di Rouge têm um filho, que nasceu em 6 de maio deste ano, mesma data de aniversário do rapper. O casal já havia despertado rumores de um relacionamento há um ano quando confirmou a gravidez em fevereiro deste ano.

A notícia da separação de Meek Mill vem apenas quatro dias após Kanye West acusá-lo de encontrar Kim Kardashian no que teria sido um episódio marcante para esse querer se divorciar da esposa há dois anos. Kim e Mill se reuniram em novembro de 2018 para discutir reforma carcerária. No entanto, Kanye escreveu o tema da reunião entre aspas, como se estivesse sugerindo que a intenção dos dois era outra.

“Elas tentaram voar com dois médicos para me internar. Eu estou tentando me divorciar desde que a Kim se encontrou com Meek no [hotel] Waldolf para ‘reforma carcerária'”, disparou. No próximo tuíte, ele acrescentou: “Meek é meu cara e foi respeitoso. Esse é meu cachorro. Kim estava fora de controle”.

Continua depois da Publicidade

“Disse o futuro presidente” foi um dos únicos tuítes que o rapper não deletou (Foto: Reprodução/Twitter)

Algumas horas depois, no mesmo dia, Mill pareceu se referir às acusações. Sem citar nomes ou fazer referência à polêmica, ele escreveu uma publicação em seu Twitter que foi considerada como resposta para Kanye. “Essa m*rda é mentira”, declarou.

Mesmo sem citar nomes, Meek Mill pareceu se posicionar a respeito da polêmica. Foto: Reprodução/Twitter

Segundo o TMZ, Kim e Meek, na verdade, nunca teriam se conhecido individualmente. Por fazerem parte de uma mesma iniciativa que luta pela diminuição da criminalidade nos Estados Unidos e pela revisão das penas carcerárias, os dois estiveram juntos em um evento no hotel Waldorf e se encontraram com a empresária Clara Wu Tsai. Uma testemunha relatou que, na ocasião, a Kardashian deixou o local sozinha logo após o final do compromisso.

Continua depois da Publicidade

Nesse sábado (25), Kanye usou as redes sociais para se desculpar publicamente com Kim. “Eu gostaria de pedir desculpas para a minha esposa, Kim, por ter exposto ao público algo que era um assunto particular. Eu não a protegi como ela tem me protegido”, escreveu o astro pelo Twitter. “À Kim, gostaria de dizer que eu sei que te machuquei. Por favor, me perdoe. Obrigado por sempre estar aí por mim”, concluiu Kanye, na breve e direta mensagem. Olha só:

Kanye West pediu desculpas à esposa, Kim Kardashian, após uma série de acusações contra ela. (Foto: Reprodução/Twitter)