Ray J Kim Kanye

Ray J revela detalhes de encontro com Kanye West sobre sex tape com Kim Kardashian, e detona postura da família

O músico deu uma entrevista bombástica sobre o assunto, revelando sua versão da história que até hoje os persegue

Nos últimos meses, surgiram especulações de que haveria novos materiais da antiga sex tape de Kim Kardashian e Ray J. No reality “The Kardashians”, a empresária chegou a dizer que Kanye West teria se encontrado com o cantor para recuperar esses conteúdos. Agora, Ray J resolveu revelar sua versão da história – e o artista negou praticamente tudo o que se sabia até então.

Nesta quarta-feira (4), numa entrevista bombástica ao DailyMail, o ex-namorado de Kim Kardashian afirmou que era ela quem tinha acesso a uma outra sex tape dos dois. O cantor deu detalhes do seu encontro com Kanye e negou que tentou extorquir a família de Calabasas. Ele admitiu como chegou a considerar o suicídio, revelou sua preocupação com a imagem que passa para os filhos, e os questionamentos que tem de ouvir até hoje.

Continua depois da Publicidade

Reunião com Kanye e arquivos do passado

Tanto Kanye, quanto Kim, já falaram abertamente sobre o recente encontro entre o rapper e Ray J. Na ocasião, Ye teve acesso a um notebook e um disco rígido que continham arquivos do antigo relacionamento da empresária. Ela estava receosa quanto ao conteúdo desses dispositivos. Então, West os levou consigo e chegou a dizer que sua atitude evitaria que a família continuasse sendo “extorquida” por isso. Entretanto, Ray afirmou que a história não teria sido bem assim.

Ray J Kim Kardashian Kanye Sextape
Ray J deu detalhes de seu encontro com Kanye West, após boatos que ele teria resgatado mais vídeos da sextape com Kim Kardashian. (Fotos: Getty; Reprodução/Hulu)

Segundo o ex-namorado de Kim, ele e Kanye tiveram um encontro num terminal privado do aeroporto de Los Angeles e conversaram “de pai para pai” por quatro horas. O astro teria sentado no chão e conferido tudo o que tinha no notebook, até que o levou por fim. Ray J insistiu que não pediu para ser pago e que não recebeu nenhum centavo por isso – pelo contrário, ele disse ter ficado feliz em poder acalmar os receios da Kardashian.

Continua depois da Publicidade

Posteriormente, Kim declarou que o notebook só tinha um vídeo dela e de Ray J comendo num restaurante. Mas não é isso o que o músico diz. “Não era uma sex tape, eram várias fotos, vários mini vídeos, e muitas provas de que temos nos falado ao longo dos anos [desde o término em 2006]. Se você me manda um e-mail em 2008, o computador não consegue mudar a data nele. Então, em 2007, isso aconteceu [Kim entrou em contato]. Kanye pôde ver que nós nos falamos de forma consistente em 2007, 2008, 2009, enquanto ela me mandava texto, vídeos e outras coisas”, declarou J.

Pensamentos autodestrutivos

Ray J bateu na tecla de que Kim e Kris Jenner também estariam envolvidas no vazamento da sex tape que contribuiu para que elas fossem mundialmente conhecidas. O artista ainda assumiu como pensou em tirar a própria vida enquanto era apontado como responsável por tudo isso. “Eu me senti suicida porque quando você sabe que algo é real e verdadeiro, e você está assistindo a uma família construir um império a partir de uma mentira que criaram, é de partir o coração e desrespeitoso com todos os artistas que têm sido honestos e verdadeiros com seus ofícios”, afirmou.

Ray J teria tentado tirar a própria vida após as consequências da história da sex tape. (Foto: Getty)

“Como um homem negro morando e trabalhando na América, é difícil acordar todo dia, olhar para a água, ou olhar para a minha família e saber que eles pensam algo sobre você, quando você sabe que é 1000 por cento do outro jeito. Como se vive assim?”, questionou Ray J. “Eu não podia fazer parte de nenhum programa de televisão de reputação ou fazer o ‘Dancing With the Stars’, ‘America’s Got Talent’, ou qualquer dessas coisas por causa da minha imagem. Por causa do que eles me tornaram, eu não tenho permissão para estar nesses lugares”, desabafou.

Continua depois da Publicidade

Preocupação com os filhos

Depois de contar sua história, Ray J espera poder mostrar para as pessoas e, principalmente, sua filhinha de 3 anos, que ele não é “um cara ruim que explora e desrespeita mulheres”. “Agora que eu sou pai, mata a minha alma pensar que a minha filha teria que passar a vida pensando que o pai dela é algo que ele não é”, lamentou o músico.

Kim Kardashian e Ray J em trecho da fita infame. (Foto: Reprodução)

“Vocês não podem me dar nenhum dinheiro. Vocês não podem me pagar pela minha vida de volta. Vocês não podem me pagar por honestidade e confiança. Vocês não podem me pagar qualquer dinheiro, nem se desculpar comigo por nada disso. Vocês têm que ser honestos consigo mesmos nesse ponto. Eu não preciso de desculpa – eu tenho provas”, alertou Ray J. O cantor ainda revelou seu único desejo: “Eu só quero que minha filha e meu filho apreciem o que eu fiz aqui na Terra, e saibam que o seu pai não explora ou desrespeita mulheres, ou vaza conteúdo de alguém que não deu permissão”.

Continua depois da Publicidade

Questionamentos de familiares

De acordo com Ray J, toda essa história com Kim faz com que as pessoas questionem sua moral até hoje – até mesmo dentro da própria família. “Isso tem sido um fardo para mim. Tem sido uma vergonha para mim. Minha família já questionou minha integridade, quem eu sou como uma pessoa”, disse ele. “Até agora, até mesmo algumas das pessoas que eu sou próximo, quando eu digo o que eu estou passando, é difícil eles acreditarem, com todas as coisas que elas [as Kardashians] fizeram e disseram sobre mim ao longo dos anos”, continuou.

Neste novo momento, o artista espera que a exposição de seu relato contribua para mudar tudo isso. “Eu não posso viver o resto da minha vida nessa mentira. Nessa manhã, eu acordei e disse: quer saber? Pelo resto da minha vida, eu vou viver na minha verdade e não na mentira criada por Kris Jenner e Kim. Eu não vou deixá-las fazerem isso mais”, prometeu Ray J.