Kim Kardashian já preparou divórcio de Kanye West, diz testemunha ao The New York Post; saiba detalhes

Vixe! Parece que o casamento de Kim Kardashian e Kanye West está com os dias contados… Segundo a coluna Page Six, do New York Post, uma fonte próxima ao casal afirmou que a empresária estaria considerando seriamente a separação. A testemunha diz que os últimos episódios do rapper, falando sobre aborto e fazendo sérias acusações contra a esposa, teriam pesado bastante nessa decisão.

Kim tem o divórcio todo planejado“, contou a fonte anônima. A beldade estaria apenas aguardando um momento melhor. “Ela está esperando que ele supere seu último episódio“, completou. Os boatos de uma separação entre o casal não são novos, já que, nos últimos meses, Kanye tem preocupado fãs e familiares com suas declarações.

Continua depois da Publicidade

As crises de bipolaridade do rapper estariam desestabilizando o casamento. Em julho deste ano, West anunciou sua candidatura à presidência dos Estados Unidos. Durante um de seus eventos eleitorais, o artista se mostrou muito abalado, chorou e revelou que ele e Kim quase abortaram a primogênita do casal, North West. “Eu quase matei minha filha!“, declarou, deixando claro que havia se tornado uma pessoa totalmente contra o aborto.

Ele seguiu expondo a esposa, postando vários tuítes nos quais dizia que ela havia o traído e que ele tentava se divorciar há dois anos, entre outras coisas. Kim, então, veio a público falar sobre os problemas de bipolaridade com os quais o marido luta e pedir que as pessoas o entendessem. Kanye chegou a se desculpar publicamente com a esposa. “Quero te dizer que sei que te machuquei. Por favor, me perdoe. Obrigado por sempre estar lá para mim“, escreveu o rapper nas redes sociais.

Desde essas polêmicas, os dois vinham se esforçando para salvar o casamento, fazendo viagens em família e passando datas especiais juntos. Em agosto, eles levaram os filhos North, Chicago, Psalm e Saint para a Republica Dominicana, em uma tentativa de reconciliação do casal.

Continua depois da Publicidade

Outras declarações comprometedoras

As exposições de Kanye vão além de seu casamento com Kim. Naquele mesmo comício em que falou sobre aborto, o rapper fez um comentário controverso sobre Harriet Tubman, cidadã afro-americana considerada uma das heroínas da história dos Estados Unidos. Ela não só fugiu da escravatura e lutou na causa abolicionista antes e durante a Guerra Civil, como também ajudou a libertar mais de 700 pessoas em situação de escravidão.

“Harriet Tubman nunca realmente libertou os escravos, ela apenas os colocou para trabalhar para outras pessoas brancas”, declarou o músico, causando desconforto nos presentes na plateia. Em um dos registros feitos no momento que circulam na web,  podemos inclusive ouvir a voz de uma mulher desabafando: “Ei, nós vamos embora agora”. Artistas como John Legend, Trey Songz e 50 cent se declararam contra as afirmações de West.

Continua depois da Publicidade

Depois desse episódio, em sua conta no Twitter, Kanye mandou mensagens agressivas para sua sogra, Kris Jenner. “Kris, não brinca comigo. Você e aquele Calmye não são permitidos perto das minhas crianças. Vocês todos tentaram me prender“, escreveu. “Todo mundo sabe que o filme ‘Corra!’ é sobre mim“, afirmou em outro tuíte. Na época, o rapper estaria escondido em um “bunker” no seu rancho em Cody, Wyoming, cercado de um grupo de pessoas em quem confiava.

Na última quarta-feira (16), o artista voltou a causar polêmica em suas redes sociais. Ele postou longos desabafos e acusações em seu Twitter. Em uma série de publicações, o rapper divulgou todas as páginas de seu contrato com a Universal Music, lamentou não ser o dono de suas próprias músicas e compartilhou um vídeo fazendo xixi em um de seus Grammys. No registro, o gramofone da premiação aparece dentro da privada com a tampa aberta. Então, é possível ver um líquido caindo sobre o troféu, o que sugere a atitude do rapper. “Confiem em mim… EU NÃO VOU PARAR”, declarou ele, no tuíte. Confira:

Continua depois da Publicidade

Depois de tantas controvérsias, o rapper chegou a ser suspenso do Twitter. De acordo com o “TMZ”, a plataforma trancou a conta de Kanye temporariamente após ele revelar informações privadas do editor da Forbes, Randall Lane, em um tuíte. Na publicação, já deletada pela própria rede social, o rapper divulgou o número do celular particular do empresário. “Se algum dos meus fãs quiser ligar para um supremacista branco… esse é o editor da Forbes”, escreveu ele.