Kim Kardashian processa app de maquiagens em 40 milhões de reais; Advogado da beldade debocha de justificativa dada pela ferramenta: ‘Absurdo’

É melhor não sair por aí usando comercialmente fotos sem autorização… ainda mais se for uma da Kim Kardashian! Segundo o TMZ, a empresária está processando um aplicativo de maquiagens em 10 milhões de dólares (quase 40 milhões de reais!) por usar uma imagem dela para se promover.

Nos documentos da ação judicial obtidos pelo TMZ, Kim acusa o app “iHandy” de usar uma foto dela de 2017 para promover seus serviços de manipulação de beleza e maquiagem. O caso ainda foi agravado porque a musa havia usado o clique na época para divulgar sua própria marca de makes, a KKW Beauty.

Foto que Kim postou em 2017 e foi usada pelo app (Foto: Reprodução/Instagram)

Os documentos dizem que, quando contatados, a equipe do iHandy “ainda teve a audácia de ameaçá-la para não apresentar queixa contra eles por sua violação ou eles iriam atrás dela”. Gente!

De acordo com sua descrição, o aplicativo oferece “selfies perfeitas com ferramentas de retoque para corpo e beleza, incluindo correções, suavizações no rosto e possibilidade de emagrecer”. O processo revela que a equipe se defendeu, primeiramente, dizendo que não fazia ideia de quem era a pessoa na imagem usada.

iHandy alegou que não sabia que essa era uma foto de Kim (Foto: Reprodução/TMZ)

“O réu alega, absurdamente, como sua suposta defesa, que não sabia que a foto não autorizada e não licenciada que ele conscientemente roubou e se apropriou era da [Kim Kardashian West]… uma das mulheres mais famosas e reconhecidas no mundo”, zombou a ação emitida pelos defensores de Kim.

Segundo o TMZ, Kim está processando em mais de 10 milhões, valor que inclui o custo de licenciar uma foto dela mais o estresse emocional causado. Ela ainda gostaria de arrecadar todo e qualquer lucro que eles tiveram usando sua imagem.

O site alega que ela talvez não consiga o valor pedido pelo “estresse emocional”, mas que deve obter algo pela taxa de licenciamento não paga pelo aplicativo.