KUWTK: Kim Kardashian revela que pretende deixar carreira no entretenimento em até 10 anos; saiba o porquê

Kim Kardashian está empenhada em se tornar uma advogada e revelou no episódio de ontem (5) de “Keeping Up With The Kardashians” seus planos de desistir de sua altamente lucrativa carreira no mundo do show business para se dedicar à advocacia num futuro próximo. Segundo a beldade, ela pretende deixar a indústria do entretenimento em, no máximo, 10 anos.

O meu pai sempre me ensinou que trabalho pesado e compromisso são coisas muito importantes, então o meu objetivo é, em 10 anos, deixar de ser a Kim K e focar nisso, ser uma advogada e lutar por várias pessoas necessitadas”, declarou ela, mencionando o falecido pai, o advogado Robert Kardashian, que a deixou em 2003.

Kim Kardashian deseja deixar o entretenimento para focar numa carreira como advogada nos em até 10 anos! (Foto: Reprodução/Youtube)

Kim contou no episódio que estava estudando Direito, enquanto fazia malabarismos com suas responsabilidades como mãe, esposa e empresária. “Eu gasto mais tempo nisso do que qualquer outra coisa. É uma loucura, mas é muito divertido estar perto de pessoas que são superinteligentes e que querem a mesma coisa“, relatou sobre a experiência de estudar enquanto concilia suas outras atividades profissionais e familiares.

Segundo a revista People, Kim tem trabalhado com o comentarista da CNN, Van Jones e a advogada Jessica Jackson, cofundadores do #cut50, um grupo bipartidário nacional de defesa da justiça criminal, por meses. Ela tem visitado prisões, participado de projetos de petições a governadores e de reuniões na Casa Branca. Inclusive, a empresária lutou para libertar Alice Marie Johnson no ano passado, quando solicitou ao presidente Donald Trump o fim da sentença de prisão perpétua dela, que havia sido detida pela posse de drogas.

No episódio, Kim também lembrou que chegou a comentar seu interesse por Direito Criminal com o pai. No entanto, na época foi desencorajada por ele. Como nós sabemos, Robert ganhou fama ao compor a equipe de defesa do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson quando esse foi acusado de assassinar a ex-esposa, Nicole Brown, em 1994.

Eu falei com o meu pai há anos que eu tinha interesse em justiça criminal e ele falou que aquilo ia me estressar demais, ‘Você não quer entrar nessa de verdade’”, confessou ela. “Acho que agora, tendo ajudado tanto Alice (Marie Johnson), estou realmente motivada para conhecer mais a lei e lutar por pessoas que merecem uma segunda chance como ela“, completou.

Veja um trecho de Kim Kardashian falando sobre o assunto em “Keeping Up With The Kardashians”:

Podemos perder a celebridade Kim Kardashian, mas vamos ganhar uma grande advogada nos próximos anos, hein? Atualmente em sua 16ª temporada, o “O Keeping Up with the Kardashians” é exibido no aqui no Brasil pelo canal E!.