Mariana Rios recorda perda trágica de irmão, ainda na infância, e fala sobre dor após aborto espontâneo: “Sofri, mas deixei ir”

Há pouco mais de um mês, em meados de julho, Mariana Rios veio a público anunciar que havia sofrido um aborto espontâneo. Em meio à recuperação física e emocional após sua perda gestacional, a atriz concedeu entrevista à revista Marie Claire, na qual abordou como tem lidado com essa questão, e recordou a trágica perda de um irmão mais novo, ainda na infância.

Durante a conversa, Mariana se emocionou ao contar que ouviu o coração de seu filho bater por quatro vezes. Pouco tempo depois, veio a triste notícia. “Uma semana depois de contar para todo mundo, em uma consulta de rotina, não ouvimos mais os batimentos cardíacos. Havia tido um aborto retido [condição em que o feto para de se desenvolver, mas o corpo da mulher não o expulsa]. Estava tudo certo antes…”, lamentou.

Após a perda de seu bebê, Mariana Rios tem tentado lidar com o luto. (Foto: Lorena Dini/Marie Claire)

Segundo ela, processar a perda também não tem sido fácil. “Primeiro, me permiti sofrer, viver o luto. E, depois, enfrentar. Sofri, mas deixei ir. Não fico presa no sofrimento. Automaticamente comecei a pensar no porquê de passar por aquilo, espiritualmente falando”, contou Mariana, explicando como acredita que a dor do luto a ajudará a evoluir espiritualmente.

“Acredito que, para evoluir, a gente precisa passar pelas coisas, e algumas vão ser tristes, infelizmente. Agradeci a oportunidade de ter me tornado mãe de anjo, com muita tranquilidade de que tinha feito a minha parte. Também entendi, de fato, que quero muito ter um filho”, acrescentou Rios.

Apoio dos pais e memórias da perda do irmão

Depois de descobrir o aborto, Mariana ainda esperou pela perda espontânea do feto. “Fiquei 12 dias com ele na barriga aguardando acontecer. Foi um tempo importante”, contou ela, lembrando de suas conversas. “Olhava para a barriga e conversava: ‘Olha, sei que você precisa ficar mais um tempinho aqui, fique o quanto precisar. Mas, quando você tiver de ir, espero que Deus nos ilumine pra ser de uma forma tranquila. E que meu organismo limpe tudo, para não precisar fazer nenhuma intervenção, algo que possa prejudicar meu útero'”.

Mariana Rios e seus pais também se lembraram da perda trágica do irmão mais novo da atriz. (Foto: Lorena Dini/Marie Claire)

Foi nessa época em que ela recebeu o apoio de seus pais: “Nos últimos dois dias, comecei a sentir as dores, e meus pais vieram de Araxá para ficar com a gente“. Enquanto reunidos, foi impossível não se lembrar do período em que tiveram de encarar juntos a morte de Diogo, irmão de Mariana, que faleceu aos dois anos de idade – quando ela tinha apenas quatro. “Ficamos muito juntos, foi importante. Acabamos revivendo a outra perda”, adicionou.

A perda trágica do irmão de Mariana foi outro momento traumático na vida da família: “Foi uma tragédia, um acidente doméstico, ele levou um choque”. Para a artista, isso a fez amadurecer muito cedo – visto que precisava prestar apoio à mãe. “Minha mãe teve depressão, eu fiz terapia. Amadureci muito rápido por causa disso. Era uma criança séria. Me preocupava com minha mãe, sempre quis mostrar que estava ali e poderia fazê-la feliz, que ela não precisava chorar. Foi aí que comecei a me apresentar. Era um jeito de tirá-la do sofrimento”, mencionou ela.

Sonho com irmão e “pressentimento” da gravidez

Mariana deu detalhes do sonho que teve com seu irmão, antes da gravidez: “Sonhei que meu pai tinha chegado em casa, que Diogo estava no colo, era um neném ainda. Perguntei para meu pai: ‘O que está acontecendo?’, e ele respondeu: ‘Descobriram uma forma de reviver uma pessoa durante 24 horas. Você vai ter um tempo curto com ele’. Então o peguei no colo, uma sensação maravilhosa, e o olho dele começou a fechar. O olho dele ia virando, fechando… Meu pai respondeu: ‘Falei que seria pouco tempo, o suficiente para você se despedir’. Dei um beijo no Diogo, e disse: ‘Tudo bem, é sua hora, pode ir. Foi muito bom te encontrar'”.

Mariana Rios disse que o sonho com seu irmão a fez pressentir que sua gestação seria breve. (Foto: Reprodução/Instagram)

Com o sonho, a artista sentiu que estava grávida. “Nunca sonho com o Diogo, então, quando acordei, tive um pressentimento. Pensei: ‘Estou grávida'”, revelou ela, adicionando que confirmou a notícia pouco depois: “Quando ele fechou o olho, acordei. E descobri a gravidez”.

Graças a esse episódio, Mariana também ficou com a sensação de que teria uma gestação curta. “Durante toda a minha gestação, sabia que ela seria curta, por causa desse sonho. Claro que não queria acreditar, não contei para ninguém, mas algo em mim dizia que a passagem do bebê por aqui seria rápida, como a do meu irmão”, mencionou a atriz.

Mariana ainda comentou que pretende engravidar novamente, mas que está dando tempo ao tempo. “Dá vontade de tentar logo, né? Mas ainda estou me permitindo viver o momento, não tomar decisão nenhuma. Tudo na minha vida foi sempre programado, todo o tempo pensando: ‘Qual o próximo passo?’. Mas, nesse momento, decidi não pensar. Estou me protegendo, o ciclo ainda não fechou, não menstruei depois da perda. O útero também está maior, tem de voltar ao normal”, avaliou ela. Enquanto isso, todos torcemos por uma boa recuperação!

Confira a entrevista na íntegra e saiba todos os detalhes, clicando aqui.