Padre Fábio de Melo detalha grande amor da juventude que quase o afastou da igreja e relembra desfecho marcante: “Paixão avassaladora”; assista!

Paixonite da juventude, quem nunca teve? Nesta terça-feira (14), o padre Fábio de Melo revelou que viveu um grande amor em sua vida, e a relação quase o levou a abandonar seu futuro na igreja. Em uma live com Márcia Goldschmidt, o religioso recordou o romance dos tempos de faculdade, lá em 1993.

“Já me apaixonei antes de virar padre e quase saí. Eu fazia faculdade de filosofia e eu vivia uma paixão avassaladora que durou uns quatro, cinco meses. Na época, o padre Léo, que foi muito presente na minha vida, me deu um conselho nada ortodoxo. Ele me disse assim: ‘você não vai deixar de viver esse amor’”, contou Fábio.

A ideia deixou o jovem seminarista em dúvida. “E eu falei: ‘Léo, eu sou seminarista, estou traindo’. Mas ele explicou que eu fiz votos temporários e que nada era definitivo. Ele disse ‘Vai que essa é a mulher da sua vida?’”, relatou. De qualquer forma, os sentimentos não seguiram em frente: “Chegou um momento em que a menina decidiu por nós. Ela foi muito lúcida, sábia, doeu muito pra mim, mas as palavras dela fizeram sentido pra mim…”.

Padre Fábio de Melo conversou com Márcia Goldschmidt e recordou o quanto sofreu por um grande amor. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Apesar da paixão de Fábio, a menina colocou um ponto final na relação. “Ela disse assim: ‘Eu tenho passado lá na sua casa e outro dia eu parei, fiquei olhando e aí eu pensei que sou pequena demais pra lutar contra tudo isso’. Ela estava com as lágrimas e falou: ‘Não tenho força pra lutar contra aquela casa, com aquela estrutura e tudo que significa pra você. Vai ser padre, menino! Você nasceu pra isso’. Aí fui embora”, lembrou o clérigo.

Com o término, o padre ficou inconsolável e com o coração partido. “Parecia que o mundo tinha acabado pra mim. Chorei, chorei, chorei. Fiquei tão desolado, mas aquela frase nunca mais saiu de mim”, falou. Sobre sua crush, ele ainda acrescentou: “Uma mulher linda, linda, linda. Inteligentíssima”. Mas a vida uniu Fábio e sua antiga paixão novamente.

Após ter ficado desolado pelo fim da grande paixão, o padre Fábio de Melo se reencontrou com seu grande amor do passado. (Foto: Reprodução/Multishow)

Em 2001, quatro anos após ter se tornado padre, os antigos amantes se reencontraram em uma loja de roupas: “Quando a vendedora volta lá de dentro, ela fala assim, ‘Só um minutinho que a minha gerente está com a minha supervisora’. Nisso, desceu a gerente e depois a supervisora. E quem era a supervisora?”. Até que veio a surpresa. “Como dizia Tom Jobim, é desconcertante rever um grande amor”, mencionou o religioso.

“Márcia, na hora que me deparei com aquela situação, ela falou: ‘Não acredito, guri’”, contou Fábio. No encontro, a supervisora, que era a antiga paixão do padre, mostrou o quanto sua vida tinha mudado desde então. “Ela brincou ainda com a situação, mostrou o filho e falou, ‘Esse é meu menino. Poderia ser nosso, mas não deu certo’. Tava casada, feliz da vida, uma história vida”, finalizou.

Assista à conversa na íntegra aqui:

Padre Fábio de Melo gente como a gente, que nunca esquece aquele crush do passado! Kkk