Que tristeza! Ícone do rock, Eddie Van Halen morre aos 65 anos; saiba os detalhes

Que tristeza! Nesta terça-feira (06), o músico Eddie Van Halen faleceu aos 65 anos, após uma longa batalha contra um câncer de garganta. O lendário guitarrista fez história ao ser um dos fundadores da banda Van Halen, ao lado de seus irmãos.

Fontes próximas revelaram ao TMZ que Eddie veio a óbito enquanto estava com sua família no St. John’s Hospital, na cidade de Santa Monica – ao lado de sua esposa, Janie, seu filho, Wolfgang, e Alex, irmão do artista. Segundo os relatos, seu quadro de saúde piorou muito nas últimas 72 horas, visto que os médicos teriam descoberto que seu câncer atingiu também o cérebro e outros órgãos do músico.

Eddie Van Halen virou uma das maiores referências no Rock. (Foto: Getty)

Continua depois da Publicidade

Eddie lutava contra o câncer há mais de uma década. Segundo o site, ele esteve entre idas e vindas no hospital nos últimos anos, e recentemente passou por um tratamento de quimioterapia. Nos últimos cinco anos, o roqueiro voou dos Estados Unidos para a Alemanha para se tratar.

Apesar de fumar por anos, o músico acreditava que desenvolveu câncer de garganta por segurar sua palheta de metal na boca frequentemente. Mesmo doente, ele continuou a fazer shows e ensaiar música com o filho – que tornou-se baixista do Van Halen em 2006.

Wolgang, por sua vez, lamentou a perda do pai em um comovente post pelo Instagram. “Eu não consigo acreditar que eu preciso escrever isso, mas meu pai, Edward Lodewijk Van Halen, perdeu sua longa e árdua batalha contra o câncer nesta manhã. Ele era o melhor pai que eu poderia pedir. Cada momento que dividi com ele dentro e fora dos palcos foi uma dádiva. Meu coração está partido e não sei quando vou me recuperar totalmente após essa perda. Eu te amo muito, Pop”, escreveu ele.

Continua depois da Publicidade

Homenagens

Vários astros do rock e mais personalidades manifestaram seu pesar com a notícia, como Paul Stanley, guitarrista e líder do Kiss. “Oh não! Sem palavras. Um pioneiro e alguém que sempre deu seu melhor para sua música. Uma boa alma. Eu me lembro de vê-lo tocando no Starwood em 1976 e ele era Eddie Van Halen. Muito chocado e triste. Minhas condolências ao Wolfie e à família”, escreveu ele.

Billie Joe Armstrong, do Green Day, também expôs seu luto. “Eu não sei nem o que dizer sobre isso… Muito obrigado, Eddie”, declarou ele, compartilhando imagens do músico. Nos comentários do post de Wolf Van Halen, ele mandou seus sentimentos: “Eu sinto muito”. A banda Aerosmith também prestou sua homenagem: “Descanse em paz, Eddie Van Halen. Sentiremos sua falta #Lenda”.

Continua depois da Publicidade

Billie Joe Armstrong, do Green Day, também manifestou seu luto. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Flea, baixista e fundador do Red Hot Chilli Peppers, foi mais uma entre as personalidades que lamentaram a perda. “Eu amo você, Eddie Van Halen, um garoto de Los Angeles, um verdadeiro roqueiro. Eu espero que você toque com o Jimi hoje à noite. Boa passagem para o outro lado, meu irmão”, tuitou o artista. Assim como ele, fez Billy Idol: “Descanse em paz, lenda da guitarra. Nós vamos sentir sua falta”.

Já Gene Simmons, fundador do Kiss, também lembrou do coração de Eddie – para além do talento nos acordes da guitarra. “Meu coração está partido. Eddie não era apenas um deus da guitarra, mas uma alma genuinamente bonita. Descanse em paz, Eddie!”, pontuou.

Continua depois da Publicidade

Legado de Eddie Van Halen

Foi em 1972 que Eddie, Alex Van Halen, David Lee Roth e Michael Anthony decidiram formar o Van Halen. Com seu primeiro álbum “Van Halen”, de 1978, eles foram lançados ao estrelato, que precedeu o estouro de sua música na década de 1980. Já com o álbum “1984”, eles foram indicados ao Grammy e figuraram no topo das paradas norte-americanas, com o inesquecível hit “Jump”.

Sem dúvida, uma das marcas do estilo de Eddie Van Halen foram seus riffs na guitarra e seus solos de tirar o fôlego. Um dos mais impactantes é o de “Eruption”, venerado até hoje pelos fãs por ter contribuído na popularização do “tapping” – técnica em que as duas mãos são usadas no braço da guitarra. Ele também esbanjou talento nas canções “You’re no good”, “Hot For Teacher”, “Panama”, entre muitas outras, provando sua vocação no instrumento musical.

Relembre algumas das performances memoráveis:

Continua depois da Publicidade