Revoltante! Cardi B recorda assédio de fotógrafo durante sessão de fotos e revela o que faria se isso acontecesse novamente: “Nunca vou esquecer”

Memórias difíceis… Cardi B abriu o jogo sobre um momento tenso de sua vida, num episódio do “Untold Stories of Hip Hop”. Segundo a People, num especial de entrevistas, ela recordou a vez em que foi assediada durante uma sessão de fotos para uma revista. E seu forte relato é revoltante!

Cardi tocou nessa ferida durante sua participação na websérie, no episódio que vai ao ar nesta quinta (26). “Eu nunca vou esquecer de como fui para essa sessão de fotos e o fotógrafo, ele estava tentando se aproximar de mim, tipo: ‘É, você quer entrar nessa revista?’. Então ele tirou seu pênis pra fora”, contou ela. “Eu estava muito p*ta, e eu falei: ‘Isso é doido'”, continuou.

Cardi B (Foto: Getty)

Ao se deparar com esse comportamento péssimo, a rapper tomou sua decisão: “Eu fiquei, tipo: ‘[Você] tá viajando pra c*ralho. Quer saber? Tô fora”. Cardi ainda disse que tentou tirar satisfação sobre o ocorrido, mas não teve nenhuma solução. “Sabe o que é tão louco? Eu contei para o dono da revista e ele só olhou pra mim, tipo: ‘E daí? E?'”, lembrou ela.

A estrela de “Please Me” falou também sobre como isso a motivou no movimento “Me Too”, que denunciou vários casos de assédio e abuso sexual em Hollywood. “Quando eu vejo o Me Too, existem meninas da quebrada que conheço que passaram pelo mesmo tipo de tratamento, tipo, como eles fazem você se sentir como se tivesse que fazer um tipo de coisa para as maiores b*stas. Acontece, realmente, todo dia”, desabafou.

Cardi B (Foto: Ser Baffo/Getty Images)

Apesar de tudo, as coisas mudaram. Angie Martinez, que conduziu a entrevista, quis saber se isso ainda acontecia com a artista. Cardi explicou que não, mas que teria novas maneiras de lidar com a situação. “Ah, de jeito nenhum. Eu iria te expor no meu Instagram… Eu ia fazer um barraco”, declarou.

Essa não é a primeira vez que a musa se abre sobre a situação. Em entrevista à Cosmopolitan, em 2018, Cardi reviveu o mesmo caso. Na época, ela abordou também o quanto as mulheres seriam (e são) julgadas ao revelar esse tipo de comportamento, que acaba revertendo a culpa para elas. “Eu aposto que se uma dessas mulheres se levantarem e falarem sobre isso, as pessoas dirão: ‘E daí? Você é uma p*ta. Isso não importa'”, reclamou ela.