Rodrigo Motta, bailarino do clipe de ‘Vai malandra’, é assassinado no Rio de Janeiro; Anitta desabafa: ‘Isso tem que acabar’

Que tristeza! Faleceu ontem (09), aos 28 anos, o dançarino Rodrigo Motta, que ficou conhecido por participar do clipe “Vai Malandra”, de Anitta. A família do rapaz confirmou a morte, mas ainda não divulgou informações sobre o velório.

De acordo com o jornal Extra, Rodrigo, que também era bartender no Bar da Laje, do Vidigal, foi assassinado. Um morador da região, que não quis se identificar, disse que Motta teria se envolvido em uma briga na semana passada, e que a morte teria sido motivada por revanche. Ele teria levado um tiro no pé e na perna, seguido de agressões.

Segundo a Secretaria municipal de Saúde do Rio, Rodrigo deu entrada em um hospital na última segunda-feira (9) e chegou a ser atendido, mas não resistiu. A Polícia Militar ainda não tem informações sobre o caso.

“É com enorme pesar que venho informar o falecimento do meu irmão hoje pela manhã. Logo informarei o dia e horário do velório para as últimas homenagens”, escreveu Márcio Motta, irmão do modelo, em suas redes.

No Twitter, Anitta lamentou a morte de Rodrigo e pediu pelo fim da violência no Rio de Janeiro. “Meus sentimentos à família e amigos do Rodrigo Motta que participou do meu clipe de Vai Malandra. Recebi essa notícia pela internet e fiquei estarrecida. Matar ou morrer virou algo banal no Rio de Janeiro. Isso tem que acabar”, declarou a poderosa.

A empresária Erika Bronze, que estreitou laços com o rapaz durante as gravações do clipe, ficou abalada com a notícia. “Luto. Ficarão grandes recordações de tudo que passamos juntos, do seu sorriso único , da sua força de viver. Nada mais será igual daqui pra frente. Descanse em paz, meu amigo”, escreveu no Instagram.

MC Francês, amigo de longa data de Rodrigo, também se pronunciou. Junto de várias fotos com o dançarino, ele desabafou, em um texto emocionante. “Meu maninho, não estou acreditando que nunca mais poderei te abraçar. Não era para ser assim. Você respirava alegria, felicidade, sempre fomos fortes e juntos no melhor e na pior. Você foi um irmão que a vida me deu de graça. E hoje você se foi, mas o seu sorriso vai ficar em nossos corações para sempre. Ainda ontem comentou na foto que eu postei falando que me amava e nem deu tempo de eu responder antes de terem tirado sua vida. Que dor, que ódio”, lastimou o músico.

Nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos.