Seis anos longe dos holofotes, Cameron Diaz explica decisão de parar de atuar e revela que só assim alcançou a ‘paz’; assista

Há quase seis anos longe dos holofotes, Cameron Diaz bateu um papo ao vivo no Youtube com Gwyneth Paltrow na noite dessa quarta-feira (05) para a campanha beneficente “In goop Health”. Durante a conversa, a estrela de “As Panteras” explicou de onde surgiu a decisão de parar de atuar e revelou como sua vida tomou um novo rumo desde então.

“As coisas são muito diferentes quando você está com 20 anos do que quando você está com 30 e 40. Eu estou nos meus 40 e estou recomeçando completamente. Quando eu completei 40 anos, eu decidi que eu iria recomeçar depois de uma vida inteira de algo que eu fiz em um nível alto”, declarou a musa de 47 anos. Desde que decidiu recomeçar, Cameron apontou que vive de forma bem mais leve.

“O que eu percebi é que eu me acostumei com não saber o que vai acontecer no futuro. Se eu começo a me preocupar com algo, eu apenas tenho total fé de que as coisas vão se ajeitar. Eu apenas entendo que o máximo que eu posso fazer é tomar as melhores decisões para mim e minha família. O que eu sei é que qualquer caminho que eu esteja, seja rápido ou longo, eu quero crescer”, pontuou a ex-atriz.

Foi em 2015, pouco após o lançamento de “Annie”, último filme em que atuou, que Diaz decidiu sair de cena. “Eu apenas decidi que eu queria coisas diferentes da minha vida. Eu lutei tanto, por tanto tempo, trabalhando, fazendo filmes, e é tão exaustivo. E eu não tirava nenhum espaço para a minha vida pessoal”, explicou.

“Então eu decidi parar de fazer filmes e realmente focar na minha vida pessoal, nas minhas relações pessoais, na minha família, nos meus amigos. Então Benji [Madden] e eu nos conhecemos e nos casamos quase imediatamente porque nós dois sentimos que precisávamos”, descreveu ela sobre o casamento com o guitarrista e vocalista da banda Good Charlotte no mesmo ano.

Cameron e Gwyneth tiveram um papo bem descontraído via chamada de vídeo (Foto: Reprodução/Youtube)

Gwyneth, então, questionou a amiga sobre qual foi a sensação de deixar o estrelato para trás. “É como paz. Uma paz na minha alma porque eu finalmente estou cuidando de mim mesma”, afirmou a artista, explicando o motivo. “É tão intenso trabalhar naquele nível e ser pública daquele jeito e aparecer dessa forma no mundo. Há muita energia vindo até você o tempo inteiro quando você é um ator que realmente tem visibilidade e está fazendo imprensa e aparecendo por aí. Eu sou particularmente sensível a energias de algumas pessoas, então eu me sentia sobrecarregada”, confessou ela.

“Quando você está fazendo um filme – é uma desculpa perfeita – eles são donos de vocês. Você está lá 12 horas por dia por meses e não tem tempo para mais nada. E eu percebi que eu entregava partes da minha vida para todas essas pessoas e eles pegavam, então eu basicamente precisava pegar de volta. Assumir responsabilidade pela minha própria vida”, completou Cameron.

A musa, então, pontuou o que quis dizer sobre assumir responsabilidade, afirmando que, como atriz, sempre teve muitas coisas de mão beijada. “Os atores são infantilizados. Nós somos colocados em uma posição em que tudo é resolvido por outras pessoas para nós. Nós chegamos no set, e tem alguém para pegar sua bolsa, e você não pode fazer nada porque nada de errado pode acontecer contigo, e então você é responsável por esses filmes de muitos milhões de dólares e precisa participar da publicidade e da divulgação para imprensa. Tudo sobrecarrega”, descreveu ela.

Cameron Diaz em “Annie”, seu último trabalho para o cinema (Foto: Divulgação/Columbia Pictures)

Diaz continuou: “Sua vida parece tão mínima. Eu nunca me senti verdadeiramente confortável com isso. Eu entendia que era parte do trabalho, mas eu realmente precisava me tornar suficiente por conta própria. Eu precisava garantir que eu sabia cuidar de mim mesma, que eu sabia ser adulta, que eu sabia navegar pela complexidade de ter responsabilidades e juntar os pedaços da minha vida do jeito que eu queria que estivessem”.

Em resposta, Paltrow mandou um recado para tranquilizar a entrevistada. “Eu apenas quero dizer, para que todos saibam, que, mesmo quando você estava no modo estrela de cinema, com as pessoas pegando sua bolsa, você sempre teve os pés no chão, sempre foi uma pessoa incrível, que se importava com todos ao seu redor”, elogiou a atriz, perguntando ainda como foi o processo dela de se entender fora da profissão.

“Eu aprendi muito sobre mim mesma… e é doloroso. Dói, dá medo. Mas eu posso creditar o Benji bastante por isso”, respondeu Cameron, elogiando o marido. “Eu quebrei aquele ‘espelho’ umas mil vezes quando ele o colocava na minha frente. Eu ficava, tipo, ‘eu te odeio, não me mostre isso’, e ele ficava: ‘apenas olhe’. Mas nós dois sabíamos que era necessário. Graças a Deus por ele”, comemorou a ex-atriz.

Assista ao trecho da conversa abaixo: