Selena Gomez explica como superou o “momento mais assustador de sua vida”, após receber prêmio por apoiar causas ligadas à saúde mental; saiba os detalhes!

Fada consciente! Semanas atrás (13), Selena Gomez foi homenageada e recebeu um prêmio durante um jantar anual organizado pelo Hospital McLean, localizado em Massachusetts, por seu apoio a causas ligadas à saúde mental. Entretanto, o emocionante discurso da morena foi divulgados somente ontem (25), no site da instituição.

Selena, que se afastou das redes sociais ainda no ano passado, para cuidar de seu bem-estar mental, abriu o jogo sobre sua jornada nesse âmbito. “Acho que somos melhores quando dizemos a verdade então, aqui vai a minha. No ano passado, eu estava sofrendo mentalmente e emocionalmente, e não conseguia me manter no eixo. Não conseguia dar um sorriso ou deixar as coisas normais”, começou a atriz.

“Sentia que toda minha dor ou ansiedade tomaram conta de mim de uma só vez e foi um dos momentos mais assustadores de minha vida”, afirmou a jovem, relembrando em seguida que buscou ajuda de médicos e especialistas. Sobre seu diagnóstico Gomez explicou: “Fiquei aterrorizada, obviamente, porque levantaram esse véu, mas aliviada por finalmente saber os motivos de sofrer de depressão e ansiedade por tantos anos”.

Agora, tendo conhecimento desses fatores, a cantora admitiu se sentir finalmente “equipada” para encarar os problemas. “Após um ano de trabalho intenso, estou mais feliz, estou mais saudável e estou em controle das minhas emoções, mais do que nunca. Estou muito contente por isso”, comemorou.

Sel ainda declarou que, mesmo sendo difícil compartilhar suas experiências com o mundo, sabe muito bem do peso que isso tem, devido a sua influência. “Pra mim, parece certo dividir que sofri de depressão e ansiedade — mas não é fácil. Tive muito medo de ser mal-compreendida ou julgada. Sei que tive muitas experiências, pessoas e oportunidades que tornaram minha vida excepcionalmente bela e doce — e ainda assim lutei com meus pensamentos e sentimentos, às vezes. Mas isso não é um defeito. Isso não me faz ser fraca. Isso me faz ser humana. Precisamos de ajuda e precisamos uns dos outros”, concluiu.

Foi exatamente esse caráter de “compartilhamento”, que rendeu o prêmio à jovem. A homenagem reconhece “indivíduos que aprimoraram o entendimento do público sobre doenças psiquiátricas e saúde mental”. Em seu Instagram, a diva agradeceu: “Tão lisonjeada por ter participado do incrível jantar anual do Hospital McLean e foi uma honra poder compartilhar um pouco da minha história. Esses são os momentos em que sou muito grato pela plataforma que Deus me deu”.