Seu Waldemar, apresentador de afiliada da Globo, é demitido após filmar e publicar mulher nua nas redes sociais; saiba detalhes

A TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo em Goiás, anunciou nesta segunda-feira (7), a demissão do apresentador Waldemar Neto, mais conhecido como “Seu Waldemar”. A decisão veio após o humorista ter publicado em suas redes sociais um vídeo em que uma mulher aparecia nua.

De acordo com o portal Mais Goiás, a moça não teria percebido que estava sendo filmada. Nas imagens, ela aparecia sentada e sem roupas nas partes inferiores. Seu rosto também não foi poupado do registro. “Olha pra mim véi, o negócio lá do… Como que chama? Aquele trem que rachou lá? (sic)”, teria dito Waldemar, dando zoom nas partes íntimas da mulher. A gravação explícita, de cerca de 15 segundos, teria ficado disponível por cerca de oito minutos no perfil do apresentador antes de ser deletada.

Seu Waldemar, apresentador do “No Balaio”, teria registrado a mulher nua sem que ela soubesse. (Foto: Reprodução/Instagram)

Continua depois da Publicidade

Rapidamente, o caso gerou revolta nas redes sociais e muitas críticas entre pessoas que teriam visto o post. “Seu Waldemar, do programa ‘No Balaio’, postou um vídeo no Instagram filmando uma moça nua sem o consentimento dela, estava ‘fingindo que mandava um áudio’ e fala filmando ela no sofá. Agora ele apaga e bloqueia qualquer comentário que fale sobre isso no perfil dele”, disse um perfil no Twitter.

Outra conta relatou detalhes da cena. “Do nada, eu vi uns Stories do Seu Waldemar filmar uma mulher só de camiseta e com a pepeca [sic] de fora, tô sem entender nada”, escreveu outra usuária da rede social. E não faltaram críticas. “Hipocrisia é o Seu Waldemar, que posta vídeos nas redes sociais valorizando as mulheres, e faz videozinho delas, sem elas verem, quando estão em um momento íntimo. RIDÍCULO!”, disparou uma conta. Veja mais reações:

Continua depois da Publicidade

Demissão

Com toda a repercussão, a TV Anhanguera decidiu por cancelar o contrato com Seu Waldemar. A emissora afirmou que “reprova de forma veemente” a atitude do apresentador do programa “No Balaio”, classificando seu comportamento como “injustificável”. Segundo o G1, ele estava no comando da atração desde maio de 2019.  Veja a íntegra do comunicado abaixo:

Continua depois da Publicidade

“A TV Anhanguera vem a público informar que reprova de forma veemente a publicação do ‘Seu Waldemar’, exposta recentemente em seu perfil particular de rede social, deixando claro que tal comportamento injustificável é completamente contrário aos princípios éticos do Grupo Jaime Câmara, e por este motivo, o contrato de prestação de serviços com o Seu Waldemar está interrompido”.

Procurada pela reportagem do Mais Goiás, a assessoria de Seu Waldemar afirmou que o humorista “não está passando bem de saúde”, mas que providenciaria um retorno. Contudo, até a publicação desta matéria, o apresentador não deu explicações sobre o ocorrido, nem se manifestou quanto ao caso.