Fotojet (1)

Sex and the City: Kim Cattrall reage à saída encontrada para sumiço de Samantha Jones no revival da série

[ALERTA DE SPOILER] Na última quinta-feira (9), estrearam na HBO Max os dois primeiros episódios de “And Just Like That”, o aguardado revival de “Sex and the City“! A série explora “a realidade ainda mais complicada da vida e da amizade” de Carrie (Sarah Jessica Parker), Miranda (Cynthia Nixon) e Charlotte (Kristin Davis), todas elas com mais de 50 anos.

Kim Cattrall, por sua vez, ficou de fora da produção. E como explicar a ausência dela nos novos episódios? A solução encontrada foi a seguinte: Em uma cena, o trio de protagonistas vai passeando pela cidade quando encontra com Bitsy (Julie Halston), que pergunta por onde anda Samantha Jones. “Ela não está mais entre nós”, diz Charlotte. “Ela não morreu”, esclarece Miranda.

Continua depois da Publicidade

“Ela está em Londres”, explica Carrie que, na sequência, informa que precisou demitir Jones como sua agente publicitária, por conta da “forma como o mercado editorial trabalha hoje em dia”. “Ela disse que estava tudo bem, mas depois disso me demitiu como amiga”, acrescentou a personagem. As amigas, então, comentam que tentam contato com Samantha por meio de ligações e mensagens, mas não obtém respostas.

Embora a plataforma de streaming não tenha dado explicações exatas, internautas suspeitam que a não participação da intérprete de Jones possa estar relacionada às discussões públicas que a loira teve, no passado, com Jessica Parker. Nas redes, Cattrall reagiu a alguns tuítes de fãs, falando sobre a série e seu trabalho. “Kim Cattrall não voltou para ‘Sex and the City’ porque a carreira ‘morta’ dela estava finalmente decolando”, escreveu um perfil. “E simples assim… eu me encontro querendo assistir a qualquer coisa que Kim Cattrall participe. Esse é um tuíte de apreciação à Kim”, declarou outro.

Relembre a treta de Sarah e Kim

Ainda em 2017, Sarah Jessica Parker lamentou, nas redes, que o terceiro filme de “Sex and the City” não sairia do papel. De acordo com o Daily Mail, Kim Cattrall teria sido a responsável por interromper a produção da sequência, pois queria seus próprios projetos solo financiados pela Warner Bros. em troca de sua participação no longa. Ela, entretanto, negou as acusações, em entrevista ao jornalista britânico Piers Morgan, dizendo ainda que as quatro estrelas da série nunca foram amigas.

Sarah, por sua vez, foi à público e rebateu a declaração da colega. Meses se passaram e, em 2018, o irmão de Kim faleceu. A intérprete de Carrie prestou suas condolências à co-estrela, em uma mensagem enviada no Instagram, mas Cattrall pareceu não gostar nada da atitude.

A atriz decidiu postar uma nova imagem com a seguinte mensagem: “Não preciso do seu amor ou apoio neste momento trágico, Sarah Jessica Parker”. Na legenda, Kim ainda acusou Parker de “explorar a tragédia para restaurar a imagem dela de garota legal”, acrescentando: “Seu contato contínuo é um doloroso lembrete de como você realmente era cruel naquela época e agora”.

Ao final do texto, a loira acrescentou o link de um artigo do New York Post intitulado “Por dentro da cultura de ‘meninas malvadas’ que destruiu ‘Sex and the City'”. O artigo trazia declarações de fontes anônimas, alegando que Cattrall nunca recebera o mesmo salário que Parker, e que ela teria sido deixada “na geladeira” pelas três outras protagonistas da série. Sarah nunca respondeu publicamente aos comentários de Kim.