Sophie Turner Getty

Sophie Turner revela medida drástica que tomou por conta das redes sociais: “Fez muita diferença”

A estrela detalhou como a internet faz mal para ela, e apontou como comentários de ódio mexiam com o seu psicológico

Sophie Turner abriu o coração sobre o distúrbio alimentar que vivenciou. Em entrevista para a Elle britânica, da qual é capa de junho, a atriz detalhou o acompanhamento psicológico que teve para enfrentar o problema. Ela revelou, também, como lida com a grande exposição de sua imagem nas redes sociais.

“Por muito tempo, eu estava bastante doente por conta de um distúrbio alimentar. Não sei se você sabe o que é um ‘companheiro’? É um terapeuta residente, que garantia que eu não fizesse nada que não fosse saudável com meus hábitos alimentares”, afirmou a estrela de “Game of Thrones“.

Durante o bate-papo, Sophie explicou que seu quadro clínico foi agravado por conta das redes sociais: “Tenho uma relação de amor e ódio com as redes sociais. Em primeiro lugar, eu gostaria de nunca ter me envolvido com isso. Eu olho para os comentários no Instagram e penso: ‘Que merda. Todo mundo pensa isso de mim’. Isso me consumia completamente”.

The 2022 Met Gala Celebrating "in America: An Anthology Of Fashion" Arrivals
Joe Jonas e Sophie Turner no MET Gala 2022. (Foto: Getty)

Sobre este tema, a artista disse que um conselho de sua terapeuta a salvou. “Uma noite, eu estava repetindo na minha mente um comentário que havia visto no Instagram. Estava tipo: ‘Sou tão gorda, sou tão indesejável’, e fiquei nesse looping. Foi quando ela me disse: ‘Sabe, ninguém realmente se importa. Eu sei que você pensa isso, mas ninguém mais está pensando. Você não é tão importante’. Essa foi a melhor coisa que alguém poderia ter me dito”, completou.

A atriz revelou que tomou uma medida drástica quanto ao uso de redes sociais em seu celular. “Percebi que isso [redes sociais] me deixa incrivelmente ansiosa e é algo que tento me distanciar. Tirá-las do meu telefone tem sido muito útil. Agora, se eu tiver que usar, é por alguns minutos uma ou duas vezes por semana, em vez de horas todos os dias. Tem feito tanta diferença. Viva a vida real – é muito mais divertido”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

Sophie contou que continua fazendo terapia semanalmente. “Ainda tenho dias em que me sinto deprimida ou ansiosa. É gerenciável agora – eu tenho as minhas ferramentas. Eu sei o que é bom e o que não é bom para mim. Sei o que tenho que fazer para me colocar em um espaço mental saudável”, admitiu.

Em entrevista anterior ao The Sunday Times Magazine, Sophie Turner revelou que o transtorno alimentar que enfrentou se iniciou na adolescência e chegou ao ponto dela não menstruar mais. Foi a partir daí, aos 19 anos, que procurou ajuda psicológica.