Sophie Turner revela ter pensado em suicídio após críticas por “Game of Thrones”: “Não tinha motivação para fazer nada”

Tenso! A estrela de “Game of Thrones”, Sophie Turner, fez uma revelação surpreendente e muito triste no podcast “Phil in the blanks”, do Dr. Phil, nesta terça-feira (16). A atriz contou durante a entrevista como as duras críticas sobre sua atuação e imagem no programa impactaram sua saúde mental.

Quando o papel de Sansa Stark colocou a britânica nos holofotes para o mundo inteiro trazendo fama e reconhecimento, também a deixou exposta para uma série de críticas negativas tanto do público como da mídia. “Eu apenas acreditava. Eu diria: ‘Sim, sou fraca. Sou gorda. Sou uma atriz ruim.’ Eu apenas acreditaria. Eu pedia para [o departamento de figurino] apertar muito o meu espartilho“, revelou.

Com o tempo, o quadro se agravou ao ponto de Sophie desenvolver uma forte depressão se isolando de tudo e todos. “Eu não tinha motivação para fazer nada ou sair. Mesmo com minhas melhores amigas, eu não gostaria de vê-las, não gostaria de sair e comer com elas. Eu apenas chorava e chorava apenas por precisar me trocar, vestir roupas e dizer: ‘Eu não posso fazer isso. Eu não posso ir lá fora. Não tenho nada que eu queira fazer‘”, contou. Muito triste, né?!

Analisando seu histórico, a amada de Joe Jonas disse que durante o período mais difícil da doença, não conseguia se ver fazendo mal a si mesma, como cometer suicídio, mas pensava muito sobre o assunto, principalmente quando era mais nova. “É estranho. Eu digo que não estava muito deprimida quando era mais nova, mas eu costumava pensar muito em suicídio quando era mais jovem. Eu não sei porque.Talvez seja apenas um fascínio estranho que eu costumava ter, mas sim, eu costumava pensar sobre isso“, desabafou. Escute o podcast (em inglês) completo:

A boa notícia é que Turner também aproveitou para contar que hoje a situação é bem diferente. Além de fazer o tratamento com medicação, ela percebeu uma evolução de sua autoestima. “Estou tomando remédios e agora me amo, ou mais do que costumava, eu acho“, refletiu antes de contar que dará uma pausa na carreira para focar em questões mais importantes, como sua saúde mental.

IMPORTANTE: Depressão é um assunto super sério e pode atingir qualquer pessoa. Se você ou alguém que você conhece está passando por dificuldades emocionais ou considerando o suicídio, ligue para o ‘Centro de Valorização da Vida’ pelo número 188. O CVV realiza apoio emocional, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Para mais informações, clique aqui.