Taron Egerton comenta sobre cena em que Elton John perde a virgindade na cinebiografia “Rocketman” ; saiba detalhes!

Taron Egerton recebeu a difícil e, ao mesmo tempo, maravilhosa missão de interpretar o músico Elton John em sua cinebiografia “Rocketman”, que estreia dia 30 de maio no Brasil. Capa da edição de junho da revista Attitude,  o ator falou sobre o longa, que acompanha a fantástica jornada de transformação do garoto prodígio, mas tímido do interior na superestrela internacional que todos conhecem.

Não é uma imitação, é minha opinião sobre ele, e em alguns aspectos eu tenho algumas ansiedades que as pessoas podem não aceitar o desempenho porque faço todo o canto, elas não têm o vocal de Elton. Claro, tentei de alguma forma imitá-lo, mas muito disso se parece comigo. Espero que isso seja excitante e interessante para as pessoas, e elas não desejem apenas ouvir Elton!”, comentou Taron.

View this post on Instagram

"I would not have played this character if I didn't think we could make a film the gay community would watch and feel a sense of ownership of." @taron.egerton insists there'll be no 'straight-washing' of his role as @eltonjohn in @rocketmanmovie as he gives his first LGBTQ media interview in our new June issue ✊️🏳️‍🌈 Download instantly from link in bio. ________________________________ Photography: @damon_baker Interview: @cliffjoannou Fashion: @josephkocharian & @stylegazer1 Grooming: @joemillshair Taron wears top @120linousa and ring by @alancrocetti, both at @matchesfashion Location: Ham Yard Hotel @paramountuk #taronegerton #rocketman #rocketmanmovie #eltonjohn #film #lgbt #lgbtpride #pride #gay #elton #attitude

A post shared by Attitude Magazine (@attitudemag) on

Durante a entrevista, Taron descreveu a sensação da cena em que beijou o colega de elenco Richard Madden, que interpreta o primeiro empresário do astro, John Reid. “A crueza dessa experiência, o medo dela, mas também a alegria do primeiro beijo de Elton… é eletrizante, é emocionante, seu estômago está dando cambalhotas. Eu trato com o mesmo amor, e carinho que faria como se fosse minha primeira experiência de me apaixonar por alguém”, afirmou ele.

O ator também contou  sobre a cena de sexo do filme em que eles ficaram nus e rolando em uma cama. O intérprete de Elton John disse que não sabia até onde poderiam ter ido e sobre em que momentos da vida os personagens estavam “No roteiro, essa é a cena em que Elton está perdendo a virgindade e queríamos tentar fazer justiça, e também nesse ponto o relacionamento deles ainda não foi quebrado. Eles estavam se apaixonando e é lindo porque deveria ser. Nós não queríamos jogar como se fossem um casal que acabaria se desintegrando, nós queríamos tocar como dois caras de vinte e poucos anos que estão se apaixonando e que são incrivelmente sexualmente atraídos um pelo outro”, relatou.

Para Taron, é importante o que as pessoas LGBTQ vão pensar após verem o resultado do longa-metragem. “Eu não teria interpretado esse personagem se não achasse que poderíamos fazer um filme que a comunidade gay iria assistir e sentir um senso de pertencimento“, acrescentou.

Este ano, na noite do Oscar,  Elton John surpreendeu Taron Egerton convidando-o para o palco durante a tradicional festa promovida por sua Fundação, a “Elton John AIDS Foundation”. Na ocasião, eles fizeram uma performance improvisada da clássica “Tiny Dancer”, faixa de 1972 que é interpretada pelo ator no longa. Essa foi a primeira apresentação ao vivo dele, que ficou ainda melhor com a presença do icônico cantor. O resultado foi bem emocionante. Assista abaixo: