Tatá Werneck faz discurso MARAVILHOSO em premiação, se compara a Kate Middleton e relembra repressão em escola: ‘Você não tem jeito de mulher’

Tatá Werneck não é só um exemplo como profissional, mas como mulher também. Ontem (27), a apresentadora e comediante recebeu o prêmio “Faz Diferença” do jornal O Globo na categoria TV, e fez um discurso inspirador — e engraçadíssimo, como sempre.

“Não sabia se eu conseguiria vir hoje, porque além de estar grávida, eu também estou com uma coisa meio ruim, hiperêmese gravídica, que você passa mal o dia inteiro. Eu fiquei triste, mas descobri que a princesa Kate também teve, aí eu fiquei muito feliz, uma doença muito chique, e a gente realmente é muito parecida”, começou a dizer em cima do palco, fazendo graça de sua condição difícil. Hiperêmese gravídica é uma complicação da gravidez, na qual as mulheres sentem náuseas muito intensas durante a gestação.

Tatá agradeceu ao prêmio, dizendo que estava muito feliz de estar ali, e fez piada com Caetano Veloso, presente na plateia, afirmando que ele podia ser o pai de seu filho. “Eu fiquei pensando por que eu mereço ganhar um prêmio de quem fez diferença na TV, e pensei que na verdade a TV que fez toda a diferença na minha vida, a TV e o teatro, porque antes eu era tida apenas como uma mulher maluca. Os homens eram engraçados e as mulheres malucas”, revelou.

Ela ainda contou que foi expulsa de vários lugares, da escola até a academia, por ser considerada “imatura”. “Eu lembro que o frei de uma escola fez a lista dos alunos mais bagunceiros da escola, e eram nove caras e eu, e só eu fui expulsa. Eu perguntei [o motivo], e ele falou: ‘Porque você é a única mulher, e você não tem jeito de mulher’. E eu falei: ‘Você também não tem jeito de frei’. E aí eu fui expulsa da escola e acho que até da igreja também, tenho que verificar”, relembrou. “E aí eu não conseguia imaginar como eu iria me enquadrar na TV, porque eu não me enquadrava em lugar nenhum. Eu fui até em uma taróloga na época, que Deus a tenha, e eu perguntei: ‘Eu vou conseguir entrar na TV?’. E ela disse: ‘Vai, mas a princípio não pra Globo’. Aí eu falei: ‘Eu não quero ir pra Record’. Ela disse que não, era pra outra TV, e foi a MTV. Essa sim que Deus a tenha”, brincou.

“E depois que eu entrei na TV, eu fiquei pensando sobre o que fez as coisas mudarem tanto. Lógico que eu sou mutável, eu me transformo com muito e com pouco, mas por que naquela época eu era tão discriminada como maluca, e hoje eu estou aqui recebendo um prêmio tão importante? Eu acho que isso diz muito mais sobre o olhar generoso de vocês a meu respeito, do que sobre a minha história. Porque eu fazia as mesmas perguntas, de graça, e hoje em dia o presidente da Globo está aqui, eles tem que me pagar uma fortuna”, disse, acrescentando rapidamente que estava brincando. Tatá também lembrou ao público que estava grávida, por isso não podia ser demitida.

(Foto: Reprodução/Instagram Stories Tatá Werneck)

E então, ela deu a letra: “O olhar generoso de vocês mudou a minha história. Eu queria muito dedicar esse prêmio para todas as mulheres consideradas malucas que ainda não receberam seus prêmios. Para todas as mulheres que ainda passam por essa dúvida, que é de que em que momento elas podem ser mães. As mulheres que ainda não tem ingerência sobre suas gestações, as mulheres que tem o direito indelével de não quererem ser mães e ainda são criticadas, porque as pessoas ainda as pressionam como se elas ainda não tivessem cumprido seus papéis de mulheres, e é um direito delas, tão legítimo e tão corajoso quanto o de ser mãe. Quero dizer que o olhar de vocês me inspira muito, como esse prêmio me inspira muito, porque eu sempre acreditei que se eu não mudasse as minhas convicções, em algum momento o mundo daria uma volta e iria me encontrar, e eu acho que esse prêmio pra mim é um interseção, é esse momento de encontro onde eu me sinto pertencente a algum lugar. Então muito obrigada pelo olhar de vocês que me inspira como mulher, como cidadã, e em breve como mãe”. 

Prestes a chorar e culpando os hormônios, Tatá ainda dedicou o prêmio a seu parceiro, Rafael Vitti: “Quero dedicar esse prêmio ao meu marido, que não é meu marido porque me pediu em casamento tem um ano e depois disso nada aconteceu”. Maravilhosa! Assista ao discurso completo abaixo:

No próprio Instagram, Tatá também agradeceu pelo prêmio e disse que a noite foi muito importante para ela.

Ela ainda brincou no Stories, dizendo que levou um balde especial caso vomitasse, todo revestido com tecido brilhoso e uma plaquinha dizendo “Chanel”:

(Foto: Reprodução/Instagram Tatá Werneck)

Prêmio mais do que merecido, né?