Tom Brady revela detalhe importante sobre relação com Gisele Bündchen, e conta o que gosta de comer no “dia do lixo”: “Não como pizza de m***a”

Tom Brady e Gisele Bündchen são aquele tipo de casal que parece ter a vida perfeita, né? Além de bem-sucedidos em suas carreiras, o jogador de futebol americano e a supermodelo tem uma família linda. No entanto, os dois tiveram vidas muito diferentes antes de se conhecerem, e o famoso quarterback do News England Patriots reconhece este detalhe. Em entrevista para a revista “Men’s Health”, da qual é a capa de setembro, o atleta falou um pouco sobre o assunto e reconheceu as diversas qualidades da amada.

De acordo com Tom, a brasileira lhe ajudou a amadurecer como pessoa, por conta das criações diferentes que tiveram. Além disso, ele exaltou a “perspectiva não-tradicional” dela sobre a vida. “[Gisele] saiu de casa quando tinha 14 anos; ela viveu no Japão aos 16, em uma época sem celulares. Ela viveu em Nova York aos 17 sem falar inglês”, analisou. E acrescentou: “Na cabeça dela, não existe limites. ‘Por que você não pode fazer isso? Por que você precisa ir para a escola? Por que você não pode simplesmente partir e viver em um país diferente?’. Na realidade dela, você pode”. 

Ele explicou que sua criação foi muito diferente: “Isso é o que você faz: você vai para escola, vai para a faculdade. Na cabeça dela, por que você precisa fazer qualquer uma dessas coisas? E sabe, ela está certo. Eu fui aquele que precisei dizer: ‘Você tem razão!’. E isso me ajudou a crescer”. O casal começou a namorar em dezembro de 2006, e se casou em uma cerimônia íntima em 2009. Juntos, eles tem dois filhos, Benjamin, de nove anos, e Vivian Lake, de seis anos. Tom também possui um filho de uma relação anterior, Jack, de onze anos.

Além de falar sobre seu relacionamento com Gisele, Tom também comentou o que costuma comer em dias que decide pular a dieta! Em sua rotina, o atleta segue uma dieta restritiva, que proíbe açúcar, farinha branca e glúten. No entanto, ele garante que não é tão extremista em relação à alimentação quanto o público pensa: “Eu tenho um amigo que fica maluco se não come o mais orgânico isso ou aquilo, e eu fico tipo: ‘O estresse vai te deixar pior do que um salgadinho. Se eu tenho vontade de bacon, eu como um pedaço. Mesma coisa com pizza”. 

Tom Brady e Gisele Bundchen. (Foto: Getty)

O jogador encara tudo com moderação. “Você nunca deve restringir o que você realmente quer. Somos humanos, estamos aqui por uma vida só. O que mudou, conforme eu fico velho, é que se eu quero uma pizza, eu quero a melhor pizza. Eu não como uma fatia que tem gosto de m***a, e depois fico me perguntando: ‘Por que eu estou comendo essa pizza de m***a?'”, revelou. Está aí uma boa filosofia, né?

Tom garante que quer passar seus conselhos sobre saúde e ginástica para os filhos. Ele também disse que está ensinando às crianças a importância de encarar as derrotas, e deu de exemplo uma discussão que teve com eles de quando seu time perdeu o Super Bowl LII para o Philadelphia Eagles. “Eu tive que colocar as minhas emoções de lado para que pudesse lidar com as emoções deles. Eu disse: ‘Pessoal, vejam: o papai nem sempre vence. A vida não funciona assim. Você tenta muito — essa é a coisa mais importante. Se você deu o seu melhor, você vive com o resultado'”, relembrou.

(Foto: Kevin C. Cox/Getty Images)

De acordo com o marido de Gisele, o filho mais velho é o mais parecido com ele. “Jack é exatamente como eu — ele internaliza muita coisa. Benny fala tudo o que sente. Vivi, ela não se importa”, revelou. E acrescentou: “Eles serão eles mesmos, não o que você espera que eles sejam. Jack ama esportes. Ele quer dar tudo de si, e nunca quer desapontar o pai. Esse era eu. Eu acordava cedo nos finais de semana para fazer coisas com o meu pai. É por esse motivo que eu não fiz muitas festas. Se o papai queria jogar golfe, eu queria estar lá com ele. Se eu perdesse alguma dessas coisas, me deixaria arrasado”.